Toda a riqueza da etnia Miao em ‘Fu Yong — A Eterna Fortuna na Montanha Sagrada’

Espetáculo que mistura dança, música e acrobacia conta um pouco da história da China

Por O Dia

Rio - Há quatro mil anos, as raízes culturais da China permanecem vivas. Sabe como? Entre outras manifestações, através da dança, música e acrobacia. E como tradição é tradição, ‘Fu Yong — A Eterna Fortuna na Montanha Sagrada’ parte do mesmo princípio para apresentar os costumes da etnia chinesa Miao. Representado pela primeira vez por aqui, o espetáculo faz curta temporada no Teatro Bradesco, de hoje a domingo. 

Toda a riqueza da etnia Miao em ‘Fu Yong — A Eterna Fortuna na Montanha Sagrada’Divulgação


“Essa etnia é uma das mais antigas e populosas da China”, explica Fernando Ramos, produtor do espetáculo. “Ela tem figurinos e hábitos muito específicos, como o culto à prata como elemento de sorte e proteção”, completa.

A partir da visão do diretor Deng Lin, 24 dançarinos, seis cantores e nove acrobatas sobem ao palco para contar uma antiga lenda, envolvendo ritos e crenças de uma família Miao. “Nós estudamos a economia e política da China, mas pouco se fala sobre a sua cultura por aqui. A turnê de ‘Fu Yong’ no Brasil vai cumprir esse papel”, diz Fernando, destacando que o espetáculo vai passar por mais oito cidades do país após as apresentações no Rio.

Toda a história tem uma relação muito forte com a natureza. “Sabe quem é a montanha sagrada do título? É a fonte de proteção, moradia e prosperidade do povo Miao. Já ‘Fu Yong’ significa eterna fortuna, construída por pilares como saúde, inteligência, fertilidade da terra e a família”, adianta o produtor, deixando um gostinho de quero mais.

TEATRO BRADESCO. Av. das Américas 3.900, Barra da Tijuca ( 3252-2750). Hoje, às 21h30. Amanhã, às 21h. Dom, às 19h. De R$ 110 a R$ 180.

Últimas de Diversão