Por thiago.antunes

Rio - Às 11h o portão do Sambódromo, onde aconteceria o show de Juatin Bieber, ainda não estava aberto. As fãs que se preparavam para ver o cantor de perto formavam uma fila que dava a volta no quarteirão. Muitas delas estavam com blusas onde se lia "beliebers" (nome que as fãs do ídolo canadense adotam), ou com fotos do astro, e várias traziam coroas de flores na cabeça - adereço comum às suas fãs.

Havia muitas meninas (80% da fila era tomada por elas) acompanhadas pelas mães, que iam a todo momento buscar água ou alimentos para elas. Todas muito eufóricas e quase sempre segurando pôsteres e cartazes alusivos ao astro pop.

Fãs esperam desde cedo por show na ApoteoseMárcio Mercante / Agência O Dia

Algumas seguidoras estavam na fila, entre revezamentos, há bastante tempo, como é o caso de Vitória Marinho, 14 anos, moradora de Realengo. "Entrei na fila há 50 dias e fiz revesamento com amigas. Vinha sábado, passava a noite e ia embora no domingo. Quero ver o Justin de perto e poder tocar nele. Para isso estou acampada todo esse tempo", conta.

Moradora de Bonsucesso, Larissa Trajano, 17 anos, chegou no dia 17 de setembro e chegou, ao lado de outras admiradoras, a ser expulsa da fila, um semana depois. "Voltamos depois de um mês. Passei duas noites acampada aqui por causa dele. Meu coração está batendo forte. Quase morri quando o vi no Copacabana Palace", conta.

Vnda de Saquarema, Príncea Vignoli, 16 anos, esteve no show de Bieber no Engenhão em 2011. "Estou aqui de novo porque o amo muito. Quero ser a 'One Less Lonely Girl' dele", torce.

Você pode gostar