Cantoras como Sandy atestam vigor de parte da obra de Michael Sullivan em CD

Disco 'Mais forte que o tempo' festeja os 30 anos do reinado do compositor

Por O Dia

Rio - Michael Sullivan foi dono da parada de música popular brasileira ao longo dos anos 1980. Produzido em escala industrial, o cancioneiro assinado pelo compositor pernambucano com o letrista Paulo Massadas ganhou as vozes de cantores da MPB que, assustados com a explosão do rock brasileiro, recorrerram à dupla para se manter em alta nas paradas.

Lançado neste mês de janeiro, mas gravado em 2013, o CD ‘Mais forte que o tempo’ festeja os 30 anos do reinado de Sullivan & Massadas, cujo primeiro sucesso — ‘Me dê motivo’, hit na voz de Tim Maia (1942-1998) em 1983 — ganha registro ‘cool’ de Adriana Calcanhotto, incapaz de expor o sofrimento provocado pela dor de corno retratada na letra.

O disco apresenta gravações inéditas desse cancioneiro popular. Não é um tributo a Sullivan & Massadas, mas somente a Michael Sullivan, cantor e compositor cuja carreira foi iniciada ainda na década de 1960. Tanto que Sandy canta o primeiro grande sucesso de Sullivan, ‘My life’, de 1976. Canta sem paixão, diga-se. A música de Sullivan exige vozes mais intensas, capazes de dar o recado direto de suas canções. Tanto que o grande destaque do CD é Alice Caymmi, que interpreta ‘Abandonada’ — parceria de Sullivan com Paulo Sérgio Valle que foi hit em 1996 na voz passional de Fafá de Belém — lindamente, conciliando intensidade e modernidade (os vocais da faixa são inebriantes). Rivaliza com Fafá.

Parceiro de Sullivan, Carlinhos Brown também se destaca com sua versão eletrônica de ‘Whisky a go go’, mantendo o espírito festivo do sucesso do grupo Roupa Nova. No geral, as gravações originais são melhores. Até Ney Matogrosso deixa a desejar na comparação com a gravação de ‘Amor perfeito’ feita por Roberto Carlos em 1986.

Comparações à parte, o fato é que, mesmo banalizada pela produção industrial, a obra de Sullivan tem canções que resistiram ao tempo pela força de suas melodias.

Últimas de Diversão