Noite cheia de som e estilo no Teatro Rival

Em show nesta noite, Bandanna Blues une o gênero ao rock

Por O Dia

Rio - Veteranos do blues nacional, os rapazes do Blues Etílicos lançam hoje no Teatro Rival Petrobras seu 13º disco, ‘Puro Malte’. E na abertura, tem a galera do Bandanna Blues, que se iniciou em 2007 e traz na formação Anna Carla Fernandes (vocal), Eduardo Mizutani (teclado), Mauricio “Codfish” Fernandes (guitarra), Cristiano Oliveira (baixo) e Claudio Guerrero (bateria). O grupo mostra no palco seu primeiro EP, ‘Gato de Babel’, e traz a proposta de misturar o estilo musical com outros gêneros, como o rockabilly e o próprio rock. 

Anna Carla com o Bandanna Blues%3A hoje no Teatro RivalDivulgação


“ Além de nossas músicas, ainda apresentamos covers de artistas como (o grupo de rockabilly) Stray Cats misturadas com blues de Eric Clapton e Freddie King”, diz a vocalista Anna Carla. Ante sdo álbum, a banda tinha apenas participações em coletâneas nas quais dividiam trabalhos com bandas de todo o Brasil — como a série de dois volumes ‘Máfia da Mortadela’, na qual apareceram com músicas como ‘Deus é Brasileiro’ e que trouxeram também outras bandas novas, como as paulistanas Bimbolls Brothers e Have Mercy.

O grupo deu seus primeiros shows nos eventos que eram promovidos pela Banca do Blues, na década passada. As apresentações aconteciam numa banca de jornais, em plena Avenida Rio Branco, Centro do Rio. Na primeira delas, tocaram em um tributo a Eric Clapton, realizado em plena rua.

“Achamos uma pena que a prefeitura não esteja mais autorizando esse tipo de show. E ele nem era feito á revelia, sem nenhum tipo e permissão”, lamenta a vocalista. Se o rock está voltando ao Rio com tudo — graças à chegada de rádios como a paulistana Kiss FM — há todo um cenário propício para o blues em terraas cariocas, como observa Anna.

“Nem sei se vale a pena falar disso, porque vai acontecer na mesma noite do nosso show”, brinca, “mas hoje mesmo, além do Rival, vai rolar Tributo a Celso Blues Boy na Tenda CCBB. E tem vários lugares no Rio, do Centro à Zona Sul, que têm noites dedicadas ao estilo. Mesmo quem não conhece o som já pelo menos ouviu falar do Blues Etílicos e do Celso Blues Boy. Nós mesmos somos muito influenciados por eles”.

Além detocar, o guitarrista do grupo, Mauricio mantém ainda uma rádio online dedicada a esse tipo de som, a bluesnaveia.com, com programas semanais para download.

Últimas de Diversão