Por daniela.lima

Rio - Uma mulher traída pode ser extremamente vingativa. Agora, imagine três! Em ‘Mulheres ao Ataque’, do diretor Nick Cassavetes, as personagens de Cameron Diaz, Leslie Mann e Kate Upton se unem para aplicar um castigo no mulherengo empresário vivido por Nikolaj Coster-Waldau. Para feministas de plantão, a leitura do filme fica muito clara, mesmo amenizada pelo tom de humor: não se pode deixar barato uma traição. E se ela for tripla então...

Leslie (E)%2C Cameron e Kate%3A louras unidas jamais serão vencidasDivulgação


O desejo de vingança das três mulheres é o mote desta comédia romântica, que tem começo morno, fica um pouco entediante no meio e melhora da metade para o fim. Cameron Diaz é a advogada bem-sucedida Carly Whitten, que se apaixona pelo empresário Mark King (Coster-Waladau). Não demora e ela descobre que o cara é casado com Kate (Leslie Mann), uma dona de casa que até então achava que tinha o marido perfeito. A partir daí, embora Cameron seja a protagonista, Leslie Mann rouba a cena, deixando sua personagem no limiar da loucura, à beira de um ataque de nervos, após descobrir a traição.

Numa combinação improvável, Carly e Kate estabelecem uma amizade e bolam um plano de vingança contra o canalha. Só que outra loura, a exuberante Amber (Kate Upton), surge como a terceira mulher enganada e se une a elas, o que não muda muito a dinâmica entre Cameron e Leslie, que seguram a trama até o fim. Algumas ações do trio garantem boas risadas.

O desfecho do filme, porém, deixa a desejar quando procura transformar o mulherengo em vilão, por desviar dinheiro dos negócios, tentando justificar seu duro castigo.

Você pode gostar