Zé Ricardo reforça seu talento além da curadoria no Rock in Rio

Ele também canta, e lança o quinto disco da carreira hoje

Por O Dia

Rio - Diariamente Roberto Medina, o empresário-dono do Rock in Rio, liga para o celular de Zé Ricardo. Umas três vezes por dia, no mínimo. Normal, já que o cantor e compositor é o curador do badalado Palco Sunset do festival. “Mas ele não liga só para falar de trabalho. Essa semana mesmo o ‘Seu’ Roberto me ligou para dizer: ‘Sucesso, garoto!’, dando força para o show de lançamento do meu novo CD”, orgulha-se Zé.

Zé Ricardo admite que seu lado cantor ainda é pouco conhecido do público e precisa explorá-lo maisDivulgação


Hoje, às 21h30, ele canta na Miranda (Avenida Borges de Medeiros 1.424, Lagoa) as músicas de ‘7 Vidas’, gravado entre o Rio e Los Angeles, com participação de músicos da banda do astro norte-americano John Mayer. O título tem tudo a ver: além de se dividir entre o disco e o Rock in Rio nos últimos meses, o pai de dois filhos ainda arrumou tempo para fazer a trilha sonora de ‘220 Volts’, programa de TV e peça do comediante Paulo Gustavo, e prepara a do filme ‘Loucas Pra Casar’, que ainda vai estrear. Nem ele sabe explicar onde consegue tempo para se dedicar a tantas coisas, e some-se ainda às suas atividades a curadoria artística da própria Miranda. Lá, portanto, ele está em casa, e não teria palco mais indicado para seu lançamento.

“Mas no Rock in Rio não escalaria eu mesmo na programação, não quero misturar as coisas”, explica. “O Roberto vive me falando para eu tocar lá, mas acho que ainda preciso que minha carreira como artista ganhe mais destaque. Acho que, por não lançar CD regularmente, o público me conhece só como diretor artístico do Sunset. Não me incomodo, é até divertido surpreender as pessoas. Outro dia, peguei um violão para dedilhar e uma amiga disse: ‘Ué, você também canta e toca?’ Isso mostra que preciso mostrar mais esse meu lado.”

Últimas de Diversão