Por daniela.lima

Rio - ‘Garota Exemplar’ poderia ser classificado como um suspense de fundo policial. Essa avaliação não está equivocada — afinal, há um possível crime a ser resolvido. O problema começa quando se tenta limitar o novo filme de David Fincher (‘O Clube da Luta’) a uma história policialesca. Acredite: o mergulho é bem mais profundo. 

Ben Affleck é apontado como suspeito do sumiço de sua mulherDivulgação


A trama parte do desaparecimento de Amy Dunne (Rosamund Pike), uma escritora talentosa, no dia em que seu casamento completa cinco anos. Os indícios mostram que ela teria sido vítima de um criminoso enquanto estava sozinha em casa. Seu marido, Nick Dunne (Ben Affleck), é quase que imediatamente apontado como principal suspeito.

No entanto, é a partir daí que, além da trama central, o roteiro passa a criticar de forma direta uma série de temas: a abordagem acusadora da mídia diante de um provável caso de assassinato, a histeria pública em torno dos envolvidos e até mesmo o desgate de uma relação.

Com exceção de certa correria na parte inicial do filme, ‘Garota Exemplar’ é mais um exemplo da habilidade de Fincher na condução de tramas movidas a reviravoltas inesperadas — algo que não falta neste filme. 


Você pode gostar