Ciência vira arte em mostra no CCBB

'VerCiência' traz para o Rio 102 produções para TV de 13 países

Por O Dia

Rio - Ciência também é arte. Não é à toa que, há 20 anos, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) abriga a 'VerCiência - Mostra Internacional de Ciência na TV', reunindo o que de mais bacana e curioso se produziu ao redor do mundo sobre ciência e tecnologia. "A construção do conhecimento científico tem momentos belíssimos. Foi a matemática, os números seriais, por exemplo, que inspiraram Dan Brown a escrever seu best seller 'O Código Da Vinci'", ressaltou José Renato Monteiro, um dos curadores da mostra, que começou no dia 15 e segue até o próximo domingo.

‘Isto é Matemática — O Goleiro e a Geometria da Melhor Defesa’Divulgação

Até o último dia, o festival terá exibido nada menos do que 102 produções nacionais e internacionais de 13 países: Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Portugal, Irlanda, Áustria, Bélgica, Polônia, Japão, Chile, Argentina. Toda a programação é gratuita. Nesta reta final, destaque para dois documentários da WGBH, emissora da rede pública americana, que serão exibidos hoje: 'Supertufão Assassino', registro do ciclone tropical Haiyan, o mais forte a atingir a Terra, em novembro de 2013; e 'Como Será Nosso Futuro?', no qual o âncora David Pogue mostra como as tecnologias que vão transformar nossas vidas nas próximas décadas já estão tomando forma em laboratórios ao redor do mundo. Ele imagina, por exemplo, como uma página do jornal The New York Times poderá parecer daqui a dez, 20 ou 30 anos, e conversa com os cientistas da computação que trabalham para criar jogos de vídeo controlados pelo pensamento.

"A ciência e a tecnologia geram curiosidade nas pessoas. Elas querem saber como e porquê certos fenômenos acontecem, como a tecnologia vai mudar e influenciar o futuro. A mostra procura atender a esta demanda e vai de encontro ao nosso objetivo que é disseminar o conhecimento científico, estimulando o pensamento criativo e a visão crítica dos jovens e contribuindo para ampliar a compreensão da importância da pesquisa científica e tecnológica na nossa sociedade”, afirma Monteiro.

Outros dois destaques da programação estão agendados para hoje e amanhã. Nesta quarta, às 19h15, acontece a exibição do primeiro documentário brasileiros sobre raios, 'Fragmentos da Paixão', produzido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), seguida de debate com os realizadores Iara Cardoso e Osmar Pinto Jr., que vão explicar por que o Brasil é o país campeão mundial em incidência de raios e analisar as consequências e o significado de uma pessoa ser atingida por uma descarga elétrica desta intensidade. Amanhã, às 19h, o físico Luiz Alberto Oliveira, do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), vai falar sobre o Museu do Amanhã, do qual também é curador. Ele contará como o projeto do museu foi concebido e qual a proposta do espaço para se tornar uma nova referência na divulgação da ciência.

No final de semana, destaque para 'Isto é Matemática – O Goleiro e a Geometria da Melhor Defesa', do canal português SPM. É sábado, às 19h.

O 'VerCiência' integra a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que aconteceu de 13 a 19 de outubro, simultaneamente no Rio, em São Paulo e em Brasília. A programação do festival foi estendida em razão da quantidade de produções exibidas. A grade completa da mostra, com as sinopses, dias e horários de exibição estão em www.verciencia.com.br/mostras/rio.

Últimas de Diversão