Por karilayn.areias
Publicado 24/10/2014 20:27 | Atualizado 24/10/2014 20:28
Selena Gomez usa e abusa do seu microshort jeans destroyedReprodução Internet

Rio - Pegue o famoso e velho shortinho, retire alguns centímetros dele e esqueça a palavra vulgar. A tendência é diminuir cada vez mais o tamanho da peça para o próximo verão. Pode parecer bobagem, mas a falta de pano está mexendo com a cabeça da mulherada, que acaba ficando na dúvida se deve ou não usar uma roupa tão curta.

Para desfilar com os modelitos ousados, as mulheres precisam estar dispostas a mostrar as pernocas e, muitas das vezes, a ‘polpinha’ do bumbum. Na Europa e nos Estados Unidos, eles já viraram febre. Selena Gomes, Rihanna e Miley Cyrus têm coleções e nem se abalam quando são clicadas usando os microshorts que costumam mostrar demais.

Por aqui, Sabrina Sato e Claudia Leitte também colocam o corpão pra jogo na defesa dos shortinhos ultramegapowercurtos. “Nada mais democrático que o short jeans. A Sabrina usa esses shorts curtos rasgados há mais de dez anos. Para mim, não são novidade. Se a pessoa se sentir bem, não vejo problema em usá-los. O ideal é que sejam usados sem a preocupação se a perna está boa ou não”, explica Yan Acioli, personal stylist da apresentadora Sabrina Sato.

A personal stylist Renata Viana explica por que no Brasil as mulheres não ousam tanto com a peça. “As pessoas têm mais pudor. Durante o Carnaval, pode tudo. Depois, as mulheres ficam envergonhadas de saírem nas ruas com shorts tão curtos e serem chamadas de periguetes ou ouvirem palavras de baixo calão. Puro preconceito. No exterior, elas usam muito e é completamente normal aparecer um pouquinho do bumbum”, comenta Renata.

A stylist também sugere que a peça seja usada por pessoas mais magras e mais jovens. “Acho que eles têm um caimento melhor nas mulheres de 20 até 30 anos, e que não tenham um quadril tão grande. A máxima para usar esse look é: mais personalidade e menos quadril.”

Entretanto, se os tais shortinhos aparecem com frequência no corpo das famosas, nas ruas eles são usados com cautela. Não é todo mundo que tem coragem de colocar parte do bumbum à mostra, embora algumas grifes (Farm, Coca-Cola) estejam investindo pesado nas peças.

A designer de sobrancelhas Sofia de Andrade, de 26 anos, já usou o modelito. “Ganhei de presente da minha irmã, que trouxe da Europa, e usei no meu churrasco de aniversário. No início, fiquei com vergonha, porque aparecia a ‘polpinha’ do meu bumbum, mas depois acostumei. Meu pai e meu irmão até vieram falar do comprimento, mas eu não teria coragem de desfilar assim na rua, só num ambiente familiar mesmo”, conta Sofia.

Já a publicitária Isadora Sousa, 29 anos, adorou mostrar as pernas roliças: “As mulheres me olhavam mais do que os homens. Não sei se era admirando ou com ar de reprovação. Só sei que, apesar das minhas celulites, eu estava feliz com ele.”

Você pode gostar