Adeus ao eterno Chaves no estádio Azteca será transmitido pela Televisa

'Obrigada por todo o apoio que deram ao meu Roberto', disse a atriz Florinda Meza

Por O Dia

México - O corpo do mexicano Roberto Gómez Bolaños, o eterno Chaves, será velado neste domingo no Estádio Azteca, na Cidade do México. No local, com capacidade para 100 mil pessoas, haverá uma missa de corpo presente aberta ao público, que será transmitida pelo SBT e pela Televisa, onde o artista trabalhou a vida inteira. O cortejo fúnebre sairá do estádio. Bolaños morreu na última sexta-feira, aos 85 anos, em sua casa na cidade de Cancún, no México.

Confira galeria sobre a trajetória do 'eterno Chaves'

A atriz Florinda Meza, a Dona Florinda do seriado ‘Chaves’ e viúva de Bolaños, falou com a imprensa na tarde deste sábado, no aeroporto de Cancún, antes de o corpo ser levado à Cidade do México. “Obrigada por todo o apoio que deram ao meu Roberto”, disse ela.

Edgar Vivar%2C o Senhor Barriga%2C postou foto com Bolaños e FlorindaReprodução Internet

Florinda estava acompanhada, entre outros, do filho do marido, o ator e produtor da Televisa Roberto Gómez Fernández, que escreveu em seu Twitter na sexta-feira à noite: “Obrigado por tudo, pai. Te amo.”
Ontem, o corpo de Bolaños foi levado para a Televisa, onde aconteceu uma missa para 10 mil funcionários. O Pumas, time de futebol coração do artista, também fez um minuto de silêncio em homenagem a ele antes de uma partida no Estádio Azteca.

Edgar Vivar, o Senhor Barriga, publicou sua última foto com Bolaños, em que também aparece Florinda Meza. Na noite de sexta-feira, ele escreveu: “Estou convencido de que ninguém se vai totalmente, fica a lembrança e também a esperança. Hoje o Chaves foi visitar Seu Madruga, Dona Clotilde — a doce Bruxinha do 71 —, o carteiro Jaiminho e o terrível Godinez nesse lugarzinho especial onde finalmente poderá desfrutar um sanduíche de presunto só para ele”, numa referência aos intérpretes de outros personagens da série que também já se foram.

Roberto Bolaños era humorista, escritor, ator, produtor de cinema, televisão e teatro. No México, era conhecido como Chespirito, uma espécie diminutivo em espanhol para Shakespeare, o famoso escritor inglês. ‘Chapolin’ se tornou o primeiro seriado mexicano a ser vendido para outros países e ‘Chaves’ também conquistou o mundo. Ao longo de quatro décadas, os programas foram exibidos em mais de 90 países e dublados em mais de 50 idiomas.

Últimas de Diversão