Por bianca.lobianco
Publicado 21/12/2014 22:23 | Atualizado 21/12/2014 22:25

Rio - É Inevitável. Não dá pra escapar. O Natal chegou. Anime-se. Ou não. Eu classifico as pessoas de maneira peculiar nessa época do ano: as sociáveis e animadas com festas, as neutras (que aceitam as festas como aceitam anos com e sem feriados) e os sazonalmente deprês, que ficam mal só de ouvirem os primeiros jingles de natal. Se você quer saber que tipo natalino é você, responda mentalmente:

Você é daqueles que gostam ou desprezam o Natal?Evaldo de Carvalho Macedo / Divulgação

1) Quando você começa a ouvir o jingle “Já é Natal na Leader Magazine” te dá frio na barriga?
2) Você tem o sonho secreto de não participar dos amigos ocultos à sua volta?
3) Você não consegue se animar com as frutas cristalizadas dos panetones?
4) O anúncio de Natal do supermercado Guanabara te deixa em pânico?
5) Você deseja intimamente que os fogos de Ano Novo passem o mais rápido possível?
6) Você tem medo da inquisição e do julgamento que alguns parentes certamente farão com você na noite de Natal?
7) Mais do que a alegria de comemorar o fim de ano, você se desespera com as calorias ingeridas nas confraternizações?
8) É sem sentido pra você comprar presentes em shoppings ou ruas lotadas por conta de uma noite de comemoração de um aniversário que não é o seu?
9) Papai Noel se torna irritante pra você, mesmo que depois você se arrependa de ter se irritado?
10) Você não vê tanto sentido em pagar uma fortuna por um bom bacalhau ou por castanhas e frutas que não são daqui?
11) Você não gostaria de ficar tão emotivo nessa época?
12) O que você mais gosta nessa época é a rabanada que depois some do mercado?

Se você disse sim para pelo menos 50% das perguntas acima, você é uma aberração cada vez mais comum. Desejo coragem pra vencer a preguiça e o desânimo de tantas tradições e festejos. E desejo apetite para devorar o melhor da festa — as crocantes rabanadas que só aparecem no Natal. Boas Festas!

Você pode gostar