Filmes inéditos das décadas de 70 e 80 chegam ao Brasil

Movimento independente nova-iorquino, o ‘No ‘Wave’ ganha mostra no Centro

Por O Dia

Rio - Em meio ao cenário underground de Nova York e apresentações de bandas de rock, nascia o movimento cinematográfico denominado ‘No Wave’. Independentes e feitos quase sem orçamento durante os anos 70 e 80, muitos dos filmes que marcaram essa época nem chegaram ao circuito Brasileiro — até agora. Com a maioria da programação inédita, a mostra ‘Pequenas Histórias da Vanguarda: Downtown New York’ exibe as produções do período no Centro Cultural Banco do Brasil, até o dia 5. 

Cena do filme ‘Estranhos no Paraíso’%2C do cineasta Jim JarmuschDivulgação


“O ‘No Wave’ surgiu de um movimento musical e floresceu na cena noturna de Nova York. Muitos dos cineastas faziam parte de bandas. O pessoal frequentava vários clubes, onde exibiam seus filmes entre um show e outro”, explica Suzy Capó, produtora e idealizadora do projeto.

Os temas são variados, mas os filmes, na maioria, falam de humor, violência e sexualidade. Muitas vezes registradas em Super-8, as narrativas são improvisadas e misturam elementos de documentário com elementos de vanguarda. ‘Downtown 81’, de de Edo Bertoglio, por exemplo, é um marco do movimento e retrata a subcultura na era pós-punk em Manhattan. Mas há outros considerados clássicos também, como ‘Férias Permanentes’ e ‘Estranhos no Paraíso’, ambos de Jim Jarmusch. “Além disso, é um cinema muito performático”, destaca a idealizadora, lembrando a aparição de celebridades do Baixo Manhattan nos longas.

Algumas dessas personalidades que figuram em ‘No Wave’ são o artista plástico Jean-Michel Basquiat, o ator e diretor Steve Buscemi, a cantora e compositora Debbie Harry (do grupo Blondie) e a cantora e poeta Lydia Lunch. “São personalidades fortes, pessoas que representam na tela o mesmo papel que representavam no palco”, diz a produtora, que precisou fazer um verdadeiro garimpo para conseguir reunir os 42 filmes da mostra junto com a curadora, a americana Kyle Stephan.

“Fizemos pesquisas, a Kyle entrou em contato com um monte de pessoas em Nova York, até que fomos conseguindo encontrar as cópias”, lembra Suzy. “Embora bastante influente no meio cinematográfico, o movimento é pouco conhecido. No Brasil, só o ‘Estranhos no Paraíso’ e o ‘Downtown 81’ foram lançados no circuito comercial. Mesmo assim, o ‘Downtown’, filmado na década de 80, só foi lançado em 2000”, conta Suzy.

Últimas de Diversão