Por karilayn.areias

Rio - Na próxima quinta-feira, 12 de fevereiro, o cantor, compositor e sanfoneiro Dominguinhos (1941-2013) completaria 74 anos de vida se não tivesse saído de cena há dois anos. O aniversário é lembrado com a chegada às lojas, esta semana, da edição em DVD do documentário ‘Dominguinhos’.

Dominguinhos (1941 - 2013) tem sua vida e obra contadas em excelente documentário editado em DVDDivulgação

Dirigido por Eduardo Nazarian, Mariana Aydar e Joaquim Castro, o filme reconta a saga de José Domingos de Morais em narrativa pontuada por inéditos números musicais. Um dos mais emocionantes é ‘Contrato de separação’, canção de Dominguinhos e Anastácia lançada por Nana Caymmi em gravação de 1979 e ouvida no filme em outro registro pungente de Nana, que chega a chorar nessa nova gravação, feita especialmente para o documentário com a sanfona de seu Domingos.

Patrocinado pelo projeto Natura Musical, o filme é narrado pelo próprio Dominguinhos em ordem cronológica. O roteiro entrelaça falas ditas pelo artista diante das câmeras dos diretores com trechos de entrevistas de Dominguinhos a programas de TV.

O grande trunfo dos diretores é ter achado um tom árido para o documentário. Tom condizente com a saga sertaneja de um artista nascido na interiorana cidade pernambucana de Garanhuns, onde aprendeu primeiro a tocar pandeiro antes de se consagrar como compositor e sanfoneiro que extrapolou o rico universo da música nordestina, embora esteja historicamente associado a esse universo por ter sido espécie de sucessor espontâneo de Luiz Gonzaga (1912 - 1989), ‘rei do baião’.

‘Acaba tudo em baião’, sentencia Dominguinhos no fim do filme. Com seu baião de tom universal que eventualmente se conectou ao mundo do jazz, Dominguinhos construiu obra relevante ouvida no filme nas vozes de vários intérpretes e também no canto calejado de seu criador. A interpretação emotiva da canção ‘De volta pro aconchego’ (1985) por Dominguinhos é um dos trunfos do belo documentário, ora oportunamente editado em DVD.

Você pode gostar