Colar turco, cheio de medalhas, conquista famosas e ganha a TV

Acessório, que é hit em Londres, chega com força total à Cidade Maravilhosa

Por O Dia

Atriz Maria João abusa do colar em ‘Boogie Oogie’Reprodução Internet

Rio - Deixe a discrição de lado. Você não vai precisar dela ao usar um colar turco. Cheio de moedas, metais, pedras e, geralmente, na cor prata e com bastante detalhes, o acessório é o ‘must have’ em Londres. Recentemente, a peça fashion atravessou o oceano Atlântico e começou a fazer barulho no Rio de Janeiro também.

Famosas como Thaila Ayala, Letícia Birkheuer e Julia Faria aderiram à moda e circularam por aí com o colar, que costuma esconder quase todo o colo feminino, de tão grande e vistoso. A atriz Maria João também tem abusado do estilo para compor o figurino de sua personagem Diana, em ‘Boogie Oogie’.

“Na novela das 18h, a personagem da Maria João veio de Londres para o Rio. Coincidentemente, em Londres a peça está bombando muito. Aqui no Brasil, a moda começou depois de o estilo boho aparecer nas lojas”, explica a personal stylist Renata Gomes.

O colar tem diversos modelos e a qualidade varia de marca para marca. Quem não está a fim de gastar muito dinheiro no acessório pode recorrer às lojinhas da Saara, no Centro do Rio, que vendem o colar por preços entre R$ 30 e R$ 50. Já na Mary Zah, no Shopping Barra Garden, a peça é vendida por R$ 109. Mariana Hernandes, dona da loja, afirma que o colar é um dos sucessos de venda. “No fim do ano passado, esse estilo boho veio muito forte. Desde então, tenho vendido bastante os colares turcos. A procura aumentou consideravelmente no verão. Eu vendo, em média, uns 50 dele por mês”, contabiliza a empresária.

A estação pode até ser boa para o uso do colar, mas a profissional Renata Gomes alerta sobre o calor que o acessório provoca em contato direto com o corpo. “Nesse calorão de 40 graus, o ideal é usá-lo com uma blusinha por baixo, para não deixá-lo em contato direto com a pele, porque, além de o metal esquentar muito, pode deixar marcas e incomodar quem tem a pele mais sensível”, ressalta Renata.

A personal stylist também dá dicas de combinações: “Tem na cor prata e ouro velho. Eu prefiro os de prata. Não dá para misturar o colar turco com outros acessórios, porque fica muita informação. A pessoa coloca o cordão e já chega chegando”, brinca. “Acho bem interessante usá-lo com uma saia longa, uma camiseta de malha podrinha, com calça jeans flare ou uma blusa básica com um quimono por cima. Vale combinar a produção com uma sandália rasteira ou uma botinha de cano curto.”

Últimas de Diversão