‘Velozes e Furiosos 7’ emociona com últimas cenas de Paul Walker

Longa tem homenagem com despedida ao ator morto num acidente de carro em 2013

Por O Dia

Rio - Na máxima de Dominic Toretto (Vin Diesel), pisar fundo no acelerador significa fazer os carros voarem, literalmente. Dignos de cenários extravagantes e uma descarga de adrenalina, Toretto e seu bando usam os possantes para saltar de precipícios e edifícios, em ‘Velozes e Furiosos 7’, que estreia amanhã.

Vin Diesel e Michelle Rodriguez em ‘Velozes 7’Divulgação


As cenas, um tanto fantasiosas, acabam arrancando risadas, mas agradam aos espectadores, que confirmam que a mistura mulheres/carrões/lutas marciais e muitos tiros é a fórmula para a continuidade da franquia.

No sétimo longa, a turminha que adora fazer motor de carro roncar vem ainda mais furiosa. Na luta contra o inimigo Deckard Shaw, interpretado por Jason Statham, a ação é predominante, deixando as relações pessoais um pouco de lado na trama.

“Jason é um daqueles atores que seguram o personagem. Ele é um talento maravilhoso de assistir. Queríamos um personagem formidável, mas que fosse diferente dos outros que já tivemos. Aí perguntei no Facebook quem os fãs gostariam de ver na franquia. E o nome do Jason apareceu três vezes mais do que os outros”, conta Vin Diesel ao DIA.

A troca de socos e chutes que teve com Jason não foi nada confortável, garante Vin, que, desta vez, aparece com os músculos mais ‘tímidos’. “Para as cenas em que tínhamos contato físico, começamos a treinar um mês antes. As cenas com mais porrada não foram as mais legais, porque tinha muita tensão no set de filmagens. Ainda bem que eu e Jason somos muito amigos, porque a intensidade que tivemos que construir um contra o outro era mortal”, acrescenta o anti-herói queridinho do público.

Paul Walker, Dwayne Johnson, Tyrese Gibson, Ludacris, Michelle Rodriguez, Kurt Russell, Lucas Black e Jordana Brewster completam o time do longa dirigido por James Wan. A dupla Romam (Tyrese) e Tej (Ludacris) continua no comando da comédia. Já Letty (Michelle) surpreende no ‘mano a mano’ com a campeã de UFC Ronda Rousey, que fez uma participação no filme.

A hora de enxugar as lágrimas vem com as aparições de Paul Walker, morto em um acidente de carro em novembro de 2013, quando ainda rodava cenas do filme. Para dar prosseguimento às filmagens, paralisadas durante quatro meses, o ator foi substituído por seus irmãos Caleb e Coby Walker nas últimas cenas.

“Eu não me importei nem um pouco se o filme ia poder ser terminado ou não. Paul era meu amigo e ele era a única coisa na qual eu pensava. É real. Você conhece alguém há tantos anos, vocês entraram em Hollywood juntos e de repente, essa pessoa parte. Foi muito muito dolorido. Nós não precisávamos nos ver todos os dias nem sair juntos o tempo todo para amar um ao outro e acompanharmos o seu crescimento”, lamenta Michelle Rodriguez.

“Nós éramos o tipo de amigo que cuida um do outro. Ele tinha uma filhinha quando nós nos conhecemos para fazer o primeiro filme e foi muito bonito vê-lo crescer como pai. Vê-lo partir tão cedo foi muito doloroso, e faz você pensar sobre a sua própria hora de ir”, acrescenta a atriz.

Quase 15 anos após o primeiro filme da franquia, lançado em 2001, Vin ainda é exaltado pelos fãs. E, se depender dos admiradores, Toretto não vai se aposentar.

“A primeira coisa que penso é em como sou abençoado por fazer parte de algo que atingiu o sucesso que nenhum de nós poderia imaginar. E tanta coisa aconteceu na minha vida pessoal, eu me tornei pai, e gosto de pensar que amadureci um pouco. É difícil dizer o quanto teria sido impossível fazer essas coisas há 15 anos. ‘Velozes’ mostrou uma nova maneira de fazer filmes em sequência. Estou muito orgulhoso de ver como os últimos três filmes estiveram conectados”, avalia Vin.

Últimas de Diversão