Ricardo Cota: Começa o mais importante festival de cinema do mundo

Depois da grande festa de abertura, o 68º Festival de Cannes começa para valer hoje, quando se iniciam as grandes mostras

Por O Dia

Rio - CANNES — Ingrid Bergman sorri no painel que ilustra a fachada do Palais du Festival, bem no miolo da Croisette, sede do mais importante Festival de Cinema do mundo, o Festival de Cannes. O rosto da atriz espelha o clima de alegria, festa, entretenimento e muitos, mas muitos negócios, que caracteriza esta grande festa em que a sétima arte desfila seu glamour. 

O tapete vermelho do Festival de Cannes está pronto para as estrelasReprodução Internet


A abertura oficial ocorreu ontem, com a exibição de ‘La Tête Haute’, de Emmanuelle Bercot, drama social sobre um jovem delinquente estrelado por Catherine Deneuve, o rosto mais cobiçado pelos fotógrafos que cercaram a escadaria coberta pelo mais famoso tapete vermelho do planeta.

Depois da grande festa de abertura, o 68º Festival de Cannes começa para valer hoje, quando se iniciam as grandes mostras. Como sempre, a mostra competitiva é a que atrai a maior atenção, embora seja impossível ignorar as novidades das paralelas ‘Un Certain Regard’, ‘Quinzena de Realizadores’ e ‘Semana da Crítica’.

Na competitiva, as queixas dos jornalistas italianos finalmente parecem ter ecoado na cabeça do diretor geral do Festival, Thierry Frémaux. Esta ano, são três cineastas concorrendo, todos com passagens por Cannes: Matteo Garrone, que venceu o Prêmio do Júri em 2012 por ‘A Grande Ilusão’, Paolo Sorrentino, que venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro com ‘A Grande Beleza’ e concorre pela sexta vez, e o veterano Nanni Moretti, que, além de já ter presidido o júri venceu a Palma com ‘O Quarto do Filho’. Garrone, Sorrentino e Moretti concorrem, respectivamente, com ‘Il Racconto dei Racconti’, ‘Youth’ e ‘Mia Madre’.

A lista inclui ainda fortes representantes do Oriente, como Jia Zhang-ke, Hirokazu Kore-Eda e Hou Hsiao-Hsien, além dos tarimbados Gus Van Sant, Todd Haynes, Denis Villeneuve e Jacques Audiard. Ou seja, de hoje até dia 24, quando será divulgado o resultado oficial, os diretores Joel e Ethan Coen, que presidem o júri da mostra competitiva, terão muito trabalho para definir quem sairá consagrado da Côte D’Azur. Há um forte cheiro de macarronada no ar. A conferir.

AÇÃO!
* Ausente da Palma de Ouro, o cinema brasileiro, no entanto, tem iluminado as madrugadas do Canal Brasil com o programa ‘Faróis do Cinema na TV’. Dirigido por Marcelo Laffitte e apresentado pelo crítico de cinema Carlos Alberto Mattos, os ‘Faróis’ objetivam estabelecer um diálogo com cineastas experientes sobre suas preferências cinematográficas. O resultado é um papo descolado e sempre revelador, que vai ao ar à 0h15 de terça para quarta, com reprise às 2h de quinta para sexta. Otto Guerra, João Moreira Salles, Eduardo Nunes, Vinícius Reis, Izabel Jaguaribe e Roberto Farias são os próximos entrevistados dessa série que tem tudo para se transformar em arquivo essencial da memória do cinema brasileiro.

Últimas de Diversão