Vem aí a 17ª edição do Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens

Esta edição contará com autores como Thalita Rebouças e Ziraldo e exposição sobre ‘Alice no País das Maravilhas’

Por O Dia

Rio - ‘Sem livro não há salvação”, decreta Ziraldo. É com essa crença inabalável na leitura como instrumento de educação que o desenhista e escritor — criador das famosas histórias de ‘O Menino Maluquinho’ — participa da 17ª edição do Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens, que começa amanhã e vai até o dia 21 deste mês no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova. Além da presença de mais de 30 autores de livros infantis e juvenis, autografando seus lançamentos e dando palestras, o evento conta com uma exposição de livros nacionais e estrangeiros em homenagem aos 150 anos da obra ‘Alice no País das Maravilhas’ e uma performance de ilustradores fazendo desenhos sobre o Rio diante dos visitantes para celebrar os 450 anos da cidade. 

A escritora Thalita Rebouças bate papo com leitores e autografa o livro ‘360 Dias de Sucesso’ domingo Divulgação


“Participo do salão há mais de 15 anos. As filas de autógrafo dos meus livros são enormes, viraram uma tradição. Eu me divirto pra burro”, conta Ziraldo, de 82 anos, que durante o salão lançará ‘Nino, O Menino de Saturno’ (Ed. Melhoramentos) e as histórias em quadrinhos ‘Viagens Muito Maluquinhas’ (Ed. Globo). “Esses eventos têm o objetivo de botar na cabeça das pessoas a importância do livro.”

Sucesso entre o público adolescente, a escritora Thalita Rebouças, 40, vai participar de um encontro com os leitores para falar do livro ‘360 Dias de Sucesso’. E ela já espera uma fila gigantesca para os autógrafos: “Graças a Deus, né? Acho o salão sempre tão gostoso, devo encontrar mais leitores novos, que começaram a ler meus livros por causa de ‘360’. A produção do autor é tão solitária que, quando temos a chance de olhar no olho o leitor, é muito bacana”, diz.

Outros nomes consagrados da literatura infantojuvenil, como Ana Maria Machado e Marina Colassanti, além da cantora Bia Bedran, estão confirmadíssimos no salão.

“Em qualquer lugar do mundo, a maior curiosidade das crianças é sempre saber de onde a gente tira as ideias para as histórias, e os adultos perguntam sempre como é o nosso processo de criação. São questões universais”, conta Ana Maria Machado, 73, que vai falar dos seus livros ‘Histórias Africanas’, ‘De Noite no Bosque’ e da série ‘Uni Duni Tê’.

A mostra de capas de livros de ‘Alice no País das Maravilhas’, que completa 150 anos, é uma das novidades desta edição. “É uma exposição simples. Temos um painel com as várias edições estrangeiras. Mostramos ainda as versões em português. Por trás dessa proposta de Alice, nossa ideia é a valorização da leitura dos clássicos”, explica Elizabeth Serra, secretária-geral da FNLIJ.

O evento ainda chamará a atenção para o trabalho dos artistas do livro, como Guto Lins, que vai fazer ilustrações do Rio na frente do público, em comemoração ao aniversário de 450 anos da cidade. “Vamos mostrar que isso é uma forma de arte”, diz Elizabeth, que garante a tradicional distribuição gratuita de um livro para cada criança na saída do evento. 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

DIA 13
Às 11h — Performance do Ilustrador com Guto Lins.
Às 15h — Ziraldo lança e autografa o livro ‘Nino, o Menino de Saturno’.
Às 17h — Encontro com Ana Maria Machado sobre os livros ‘Série Unidunitê’, ‘Histórias Africanas’ e ‘De Noite no Bosque’.

DIA 14
Às 15h — Ziraldo conversa sobre o livro ‘Viagens Muito Maluquinhas’.
Às 16h — Thalita Rebouças conversa com leitores sobre o livro ‘360 Dias de Sucesso’.
DIA 20
Às 15h — Ziraldo lança e autografa o livro ‘Nino, o Menino de Saturno’.

DIA 21
Às 15h — Ziraldo conversa sobre o livro ‘Viagens Muito Maluquinhas’.

17ª EDIÇÃO DO SALÃO FNLIJ DO LIVRO PARA CRIANÇAS E JOVENS. Centro de Convenções Sul América. Av. Paulo de Frontin 1, Cidade Nova, Centro. De seg a sex, de 8h30 às 17h. Sáb e dom, das 10h às 18h. R$ 5. Programação completa no site: www.salaofnlij.org.br.

Últimas de Diversão