Por daniela.lima

Rio - A história de um dos maiores artistas nacionais é mostrada no musical ‘Ivon Curi — O Ator da Canção’, que acaba de estrear no Centro Cultural dos Correios. E é o ator Fernando Ceylão quem vive Ivon (1928-1995) nos palcos, sob direção de Lucio Mauro Filho e Danilo Watanabe. “Quando ele morreu, eu era muito novo, mas depois vi que eu e ele fazíamos coisas muito parecidas”, conta Ceylão, que pôde realizar seu sonho de cantar com o espetáculo.

Ceylão%3A realizando o sonho de cantarDivulgação


“Sempre tive uma frustração por não cantar as coisas que compus. Agora poderei realizar. Bate uma tensão maior por interpretar alguém que já existiu e muitos lembram. Tenho preocupação em como a família dele vai avaliar. Também me bateu uma tensão de conseguir cantar afinado, nas notas certas. Ivon cantava em francês, e eu sou muito americanizado, tive medo de ficar ridículo cantando em francês”, ressalta o ator, que ainda está em cartaz com ‘Meu Nome é Reginaldson’ e ‘Elefante’. “Saio de uma peça e entro na outra. Tomo cuidado para não deixar vir nada do Ivon no Reginaldson ou vice-versa. Faço minha concentração dentro do táxi”, revela.

CENTRO CULTURAL DOS CORREIOS. Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro (2253-1580). De qui a dom, às 19h. R$ 20. 75 min. 12 anos. Até 16 de agosto.

Você pode gostar