Baby do Brasil e Pepeu Gomes tocam juntos no Palco Sunset do Rock in Rio

Depois de anos sem se apresentar junto, casal ícone da época dos Novos Baianos subirá no mesmo palco em setembro no Rock in Rio

Por O Dia

Rio - Faz pouco tempo, Pepeu Gomes foi levado às pressas ao hospital. “Tive pedra nos rins. Quando tive alta e estava saindo, a enfermeira fez questão de me dar um recado: ‘Fui ontem no show da Baby e ela fez uma homenagem a você. Falou para o público que, caso alguém te encontrasse, avisasse que é para você aparecer no show dela’. Pô, eu tinha que aparecer, né?”, diverte-se o guitarrista. “Em todo lugar que eu ia, aparecia alguém para me dar esse recado: na padaria, no restaurante, no hotel...”

O esperado reencontro do casal no palco depois de anos separados — eles mesmos não chegam a uma conclusão sobre quanto tempo não tocavam juntos — vai acontecer no dia 20 de setembro, no Palco Sunset do Rock In Rio, em um show produzido pelo filho deles, Pedro Baby. “Chegou a hora dessa gente desbronzeada mostrar seu valor!”, brinca Pepeu, ressaltando a brancura do trio, que parece não pegar um solzinho faz tempo.

Baby do Brasil volta a cantar com o ex-marido após 27 anosAgência O Dia

Ele e Baby (ex-Consuelo) do Brasil se conheceram nos anos 60, se casaram, integraram o legendário grupo Novos Baianos, tiveram seis filhos, trilharam carreira em dupla, se separaram e lançaram discos solo. Baby entrou de corpo e alma na música gospel até que, em 2012, Pedro Baby a trouxe de volta ao repertório “pagão”, na turnê ‘Baby Sucessos’ que gerou um DVD, a ser lançado sábado, no Vivo Rio. No final de cada show da turnê, a cantora mandava o mesmo recado para o ex.

“Finalmente vai rolar! Vamos comemorar algo muito importante, é o reencontro de uma família”, emociona-se Baby.

Em um hotel no Arpoador, pais e filho se reuniram para o anúncio oficial deste show especial. No final, deram uma palinha do que virá, em um momento acústico no calçadão da orla, presenteando quem passava com duas pérolas do antigo repertório, ‘Menino do Rio’ (Caetano Veloso) e ‘Todo Dia Era Dia de índio’ (Jorge Ben). “Vamos resgatar tudo o que fizemos. Toda essa química que a gente conseguiu construir não se esquece”, garante Pepeu.

Nos shows com a mãe, Pedro Baby tem assumido o posto de herói da guitarra que sempre foi do pai. “Mas desta vez serei apenas o guitarrista base! Só vou preparar o terreno para eles se divertirem”, detalha o filho.

E nós também!

 



Últimas de Diversão