‘Minions’ conta a odisseia dos pequenos amarelos

Animação traça a origem dos divertidos personagens, que saem pelo mundo atrás de um vilão. Cotação: ** Bom

Por O Dia

Rio - Sabem como Napoleão perdeu a guerra? Foi dos pequeninos a culpa. Aprendemos nas primeiras cenas que os faraós também sofreram no Egito, e desde a era dos dinossauros os amarelinhos estão por aí atazanando o pessoal. Tudo que eles querem é um vilão para bajular, e a odisseia pelo mundo atrás de um líder do mal, na primeira metade do filme, rende os melhores momentos de ‘Minions’, a animação da Universal que pretende replicar a bilheteria estrondosa de ‘Meu Malvado Favorito’, responsável pelo sucesso dos personagens fofinhos. 

Os Minions procuram se aliar a maldosos desde o tempo dos dinossaurosDivulgação


Falando a língua curiosa de sua tribo, onde só conseguimos entender algumas palavras — ‘banana’, principalmente —, o trio de Minions formado por Kevin, Stuart e Bob passa pela Nova York dos anos 60 e segue para Orlando, onde ocorre uma impagável convenção de vilões que merecia ser melhor explorada.

Apesar dos ótimos personagens da supervilã Scarlet Overkill e seu marido Herb — dublados pelo casal Adriana Esteves e Vladimir Brichta —, o roteiro enfraquece bem na hora em que o plano dos maldosos começa a ser executado em Londres. Há muitos clichês envolvendo ingleses, e a trilha sonora vai de Jimi Hendrix a Aerosmith — com Michel Teló no final, é bom avisar. No fim, aliás, depois de muitas reviravoltas, os Minions recebem visita que certamente deixará alegre a audiência infantil.

Últimas de Diversão