No Dia Mundial do Rock, veja 13 músicas para entender o gênero

Elvis Presley, 'Queen', 'Rolling Stones', 'Beatles' e outros artistas são lembrados neste 13 de julho

Por O Dia

Rio - Apesar de o dia 13 de julho ser conhecido como Dia Mundial do Rock, a data só é celebrada no Brasil. Neste mesmo dia, mas em 1985, acontecia o evento beneficente Live Aid, organizado pelo cantor e compositor irlandês Bob Geldof, voltado para arrecadar fundos destinados ao combate da fome na Etiópia. Com transmissão para diversos países pelo canal de TV BBC, o evento musical contou com muitos artistas do gênero, como David Bowie, Mick Jagger, "Queen", "Black Sabbath" e Paul McCartney.

Dia Mundial do RockDivulgação




Veja abaixo uma lista com 13 contribuições para o desenvolvimento do gênero:

Elvis Presley - "Hard Headed Woman" - A faixa foi lançada em 10 de julho de 1958 pelo rei do rock e atingiu a primeira posição nas paradas de sucesso daquele ano. Composta por Claude Demetrius, "Hard Headed Woman" é um rock dançante que faz parte da trilha sonora do filme "King Creole", incluída em álbum homônimo.

The Rolling Stones - "Paint it, Black" - A faixa cresce ritmicamente até sua 'explosão' no refrão, com Mick Jagger cantando em seus tons mais graves no começo. Foi lançada em 13 de maio de 1966 como o primeiro single da versão norte-americana do disco "Aftermath". A composição é de Jagger e do guitarrista Keith Richards. Na gravação da faixa foi usada uma sítar, que é tocada por Brian Jones.

The Beatles - "Tomorrow Never Knows"- A faixa encerra o disco "Revolver", lançado pelo quarteto de Liverpool em 1966, apesar de ter sido a primeira música deste álbum a ser gravada. A canção inova ao acrescentar vários efeitos de estúdio, como uma risada tocada em velocidade dobrada, um fraseado de guitarra todo tocado em dó maior com o tempo dobrado e reverso e outros elementos "invertidos", que causaram um efeito bem moderno e experimental para o período.

Jimi Hendrix - "Little Wing" - O guitarrista lançou a música em 1967 como parte do disco "Axis: Bold as Love", gravado pela Jimi Hendrix Experience no Olympic Studio, em Londres. Nesta faixa, o rock virtuoso do guitarrista se desenvolve em tempo mais lento, com inspirações claras de blues e r&b, muito melódio e romântico.

The Clash - "Train in Vain" - A faixa dançante encerra o disco "London Calling", de 1980, como uma canção secreta, originalmente não-listada no álbum por ter sido inserida de última hora. Fãs acreditavam que a faixa seria chamada de "Stand By Me", por causa do refrão, tendo seu nome alterado para não causar confusão com a música de Ben E. King.

Black Sabbath - "War Pigs" - Lançada pelo grupo precursor do heavy metal em 1970 no disco "Paranoid", a faixa chamava-se inicialmente "Walpurgis" em referência à uma data comemorativa para bruxas. Segundo o baixista Geezer Butler, que escreveu a letra, a música não é uma crítica à política ou ao governo, sendo "apenas uma letra sobre o diabo", cantada no melhor estilo sombrio pelo vocalista Ozzy Osbourne.

Ramones - “Sheena Is a Punk Rocker” - Uma das mais populares da fase inicial da banda nova-iorquina, a faixa foi lançada em 1977 no disco “Rocket To Russia”. Foi uma das primeiras músicas da história a usar o termo “punk rock” na letra. A Sheena em questão é uma personagem da HQ “Sheena, Rainha das Selvas”. Foi um dos hinos do punk americano, na época ainda em ascensão, e influenciou bandas como Sonic Youth, The Yeah Yeah Yeahs e Hüsker Dü.

Queen - "Bohemian Rhapsody" - A faixa do grupo liderado pelo vocalista Freddie Mercury foi lançada em 1975 no disco "A Night at the Opera". Sem refrão, é dividida em vários momentos e formada por segmentos de balada, solo de guitarra e hard rock. Para aquele ano, foi considerado como o single mais caro do momento. Após a morte de Mercury, a faixa composta por ele voltou a alcançar o primeiro lugar da parada de sucesso do Reino Unido, em 1991, por cinco semanas seguidas.

Iron Maiden - "Run to the Hills" - Hit obrigatório em todo show do grupo desde 1982, quando foi lançado no álbum "The Number of the Beast". A letra fala sobre conflitos entre europeus e nativos durante tempos de colonização sob o ponto de vista dos dois lados. Foi uma canção importante para o período porque seu single lançou Bruce Dickinson como o novo vocalista do Iron Maiden no lugar de Paul Di'Anno.

David Bowie - "Rebel Rebel" - A faixa foi lançada em 1974 como single do disco "Diamond Dogs" e marca uma transição de Bowie, que caminhava para amenizar o peso do glam observado anteriormente. As guitarras foram gravadas pelo cantor, que substituiu o guitarrista Mick Ronson no disco. "Rebel Rebel" influenciou diversos artistas a ponto de ganhar covers de Bryan Adams, Def Leppard, Iggy Pop e Lenny Kravitz, Double You, Duran Duran, Smashing Pumpkins, Seu Jorge e muitos outros artistas.

Sonic Youth - "Teen Age Riot" - Primeiro single do disco "Daydream Nation", lançado em 1988, tem as guitarras afinadas de modo pouco convencional, o que marca a sonoridade alternativa do grupo. Apenas como curiosidade, o último show da carreira do Sonic Youth aconteceu no Brasil, em 2011, no festival SWU, após 30 anos em atividade.

Nirvana - "Lithium" - A faixa foi composta por Kurt Cobain, que era vocalista e guitarrista do grupo mais notório do movimento grunge. Sua estrutura pondera entre versos tranquilos e refrãos explosivos. A música foi gravada em 1990, com produção de Butch Vig, e entrou em um dos discos de rock mais famosos da história do rock, o "Nevermind" (1991). "Lithium" foi o terceiro single do disco que deu visibilidade mundial ao grupo e ao grunge, que ganhou o mainstream.

The Strokes - “Reptilia” - Primeiro single do segundo disco da banda, “Room on Fire”, a música consagrou o grupo como um dos mais influentes da década de 2000 ao lado do The White Stripes e Arctic Monkeys. Numa época em que o rock era dado como morto pelo new metal, a banda de Julian Casablancas ajudou a reascender o gênero, com as influências setecentistas devolvendo o poder às guitarras. A faixa entrou para o game “Guitar Hero III: Legends of Rock” e até hoje faz sucesso nas pistas de dança.

Últimas de Diversão