Espetáculo 'Síndrome de Chimpanzé' terá exibição gratuita em Pedra de Guaratiba

Comédia está em cartaz na Arena Carioca Abelardo Barbosa

Por O Dia

Rio - Em nova temporada no Rio, a comédia Síndrome de Chimpanzé, texto e direção de Alex Cassal, com o Grupo Foguetes Maravilha realiza apresentações e oficinas de graça nesta sexta-feira na Arena Carioca Abelardo Barbosa - Chacrinha, em Pedra de Guaratiba. Até agosto, sessões da comédia, além de oficinas, acontecem ainda no Teatro do Sesi, no Centro. As apresentações e oficinas são grátis,exceto no Teatro do Sesi, no Centro. 

Espetáculo 'Síndrome de Chimpanzé' terá exibição gratuita nesta sexta-feiraFelipe Lima/ Divulgação


Em cena, os atores Felipe Rocha, Renato Linhares e Stella Rabello formam a tripulação de astronautas russos que se vê isolada numa distante estação espacial quando uma catástrofe global extermina a humanidade. Daí por diante, eles têm que administrar os recursos que se esgotam pouco a pouco, tentando manter a lucidez em um cotidiano invadido por delírios e acidentes que ameaçam sua existência. Afinal, um computador neurastênico, algumas plantas, um peixe e um gato são tudo o que restou do planeta Terra.

Referências a filmes como “Solaris”, “A última esperança da Terra”, “Barbarella”, “2001, uma odisseia no espaço” e “Planeta dos macacos” surgem no espetáculo como reflexos dessa viagem íntima, parte das memórias que formaram e influenciam nosso olhar para o mundo. Síndrome de Chimpanzé tem nos filmes de ficção científica dos anos 1970 o ponto de partida para uma odisseia através de aspectos que nos tornam humanos – os medos, os desejos, as esperanças, as obsessões.

“O tema da aventura espacial é um pretexto para falar do que nos é próximo – a necessidade que temos do outro, as dificuldades nos relacionamentos, a consciência de que somos mortais. Os astronautas encurralados em uma estação espacial também podem ser vistos como um casal fechado em uma relação que se esgotou. E a própria viagem aos confins do sistema solar é uma viagem íntima, de reconhecimento da própria identidade, com seus limites e possibilidades”, contextualiza o autor e diretor Alex Cassal.

Serviço:

'Síndrome de Chimpanzé'. Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha. Rua Soldado Eliseu Hipólito, s/n esquina com Av.Litorânea - Pedra de Guaratiba. Telefone: (21) 3404-7980 | 17 de julho às 20h. 

Últimas de Diversão