Jéssica Córes se sente honrada em representar a negritude em 'Verdades Secretas'

No ar como a modelo Lyris, da trama da Walcyr Carrasco, a carioca conta que está acostumada a ser uma exceção

Por O Dia

Vestido Mercatto (R%24 89)%2C obi Casual Street (R%24 79)%2C turbante Aquamar (R%24 19)%2C brincos Afghan (acervo da produção)%2C pulseiras de madeira Fiszpan (R%24 63)Vima Santolia

Rio - ‘Ser a única atriz negra no elenco da novela ‘Verdades Secretas’ é uma honra para mim. Estou feliz por representar a negritude”. É assim que Jéssica Córes tem encarado o desafio de fazer o seu primeiro trabalho na televisão. No ar como a modelo Lyris, da trama da Walcyr Carrasco, a carioca conta que está acostumada a ser uma exceção. “Nas passarelas quase não tem profissionais negras. Uma vez, eu questionei isso e o booker me contou que alguns estilistas preferem assim.”

Deixando a atuação de lado por algumas horinhas e voltando aos tempos de modelo, área em que atua desde os 7 anos, Jéssica, 25, posou para o D Mulher com roupas de estampas étnicas, inspiradas nas culturas inca, asteca e africana. Os desenhos repletos de grafismos, que estão em alta nesta temporada, são presença garantida no guarda-roupa da atriz. “Eu amo cor, estampas e acessórios grandes, principalmente no cabelo. Estudei moda e tenho o hábito de customizar as minhas roupas. Sempre tento acrescentar algo da minha etnia ao look. Gosto de deixar a peça com a minha cara.”

Já na trama das 23h, a personagem de Jéssica tem vivido momentos difíceis. Depois de inventar para o noivo, Edgar (Pedro Gabriel Tonini), que foi estuprada por Alex (Rodrigo Lombardi), por medo de confessar que fez book rosa, a modelo agora tenta reconquistar o rapaz. “O que eu posso contar é que eles vão se reencontrar. O Edgar vai perdoar a Lyris, mas nem tudo será como antes”, adianta a atriz, que defende a sua personagem. “Ela fez por necessidade. Naquele momento, era a única saída que ela tinha. É claro que sou contra a mentira que a Lyris inventou, mas a verdade é que a gente nunca sabe o que faria se estivesse vivendo aquela situação.”

Pronta para protagonizar cenas mais picantes, caso seja necessário, a atriz garante: nudez não é um tabu para ela. “Não tenho problema em mostrar o meu corpo na televisão. Muito pelo contrário, apoio quem faz isso. Lido com o nu muito bem. Vejo como hipocrisia a forma como as pessoas tratam um assunto que é tão natural. A cena do Rodrigo Lombardi com a Alessandra Ambrósio, no começo da novela, em que ambos estavam sem roupa, foi linda. Não tinha nada de ofensivo ali.”

Solteira e totalmente focada na carreira de atriz, Jéssica quer estudar e diz que abriria mão da vaidade pela profissão. “Toparia com certeza engordar 30 quilos ou até mesmo raspar a cabeça. Para mim, estética não é um problema.”


Coordenação Marcia Disitzer; Styling Alexandre Schnabl e Rubinho Barboza; Fotos Virna Santolia; Cabelo e Maquiagem Edy Clemente; Assistente Ana Luiza Redó; Tratamento digital Marcelo Kaufmann (Studio OD). Telefones: Andarella - 2543-2731; Aquamar - 3034-1002; Botswana - 2542-4110; Cantão - 2541-3340; Casual Street - 2227-6440; Denis Linhares - 2235-8132; Edy Clemente Ateliê - 3495-3810; Fiszpan - 2275-9233; Incobb - 3868-6008 ; Langak - 3875-1263; Mercatto - 3601-2153; Renner -2107-3900; Selft - 2512-1003; Seanite - 3122-0900; Shii - 3069-8930; Soulier - 2540-6511; Trend-e - 99529-4004; Via Curtume - 2239-5950.

Últimas de Diversão