Daniela Albuquerque estreia novo programa e promete ser mais espontânea

Apresentadora não tem vergonha de confessar que era muito ruim quando começou e agora diz que melhorou no comando de 'Sensacional', que vai brigar pela audiência do domingo

Por O Dia

Rio - Ela já disse que o ano tem 361 dias, já atendeu a telefonemas de telespectadores quando não havia ninguém do outro lado da linha e teve dificuldade de pronunciar a palavra octógono, ao vivo. Conhecida por ter essa personalidade espontânea, Daniela Albuquerque volta ao ar no domingo, após licença-maternidade de seis meses, com a estreia do seu novo programa, ‘Sensacional’, na Rede TV!. E ela retorna segura, sem medo de abrir a boca no microfone. “Todo mundo comete erros. As gafes e os micos fazem parte da trajetória de qualquer profissional. Eles servem de aprendizado”, acredita.

Daniela Albuquerque%3A 'Todo mundo comete erros. As gafes e os micos fazem parteda trajetória de qualquer profissional.Eles servem de aprendizado'Divulgação

Na atração gravada que irá ao ar das 16h às 17h30 e contará com a participação do hairstylist Tiago Aprigio e do consultor de estilo Fabio Arruda, Daniela promete mostrar um lado ainda mais descontraído ao falar dos diversos temas do programa. “São muitos assuntos: mundo animal, paquera para a galera da plateia, moda, beleza, dieta, entrevista com famosos e variedades. Como essa é a minha primeira atração com plateia, eu quero aproveitar a oportunidade para ser espontânea. No programa de estreia, vou dançar muito com a Valesca Popozuda. Estou me jogando. Se cair levanta, não tem problema”, diz a moça natural do Mato Grosso do Sul, que reconhece ter tido muitas dificuldades no início da carreira. “Eu não tenho vergonha de dizer que era muito ruim quando eu comecei. Vixi, era uma dificuldade danada para gravar. Na época do Dr. Hollywood, em 2008, eu ficava treinando para falar o erre mais suave. Quem me dava uns puxões de orelha era a Hebe. Ela foi maravilhosa comigo.”

Apesar da admiração pela apresentadora, morta em 2012, é pelo dono do SBT que a morena nutre uma profunda inspiração. “O Silvio Santos é incrível. Ele é desenvolto, engraçado, sabe envolver a plateia e o público de casa. Sou uma discípula dele.” Ousada como o seu mestre, Daniela garante que está pronta para brigar pela audiência das tardes de domingo. “Esse é um dia nobre na televisão brasileira. Sei que vamos bater de frente com gigantes como os programas do Rodrigo Faro, da Eliana e, vez ou outra, do Faustão, mas estamos prontos. Acredito que exista espaço para todos.” 

Corpo em forma

Com 1,74m e pesando 58 quilos, a ex-modelo entrega que não teve muita dificuldade para perder os 12 quilos que ganhou na gravidez. “Nessa segunda gestação, eu engordei um pouco mais. Na primeira, eu só ganhei nove quilos, mas mesmo assim foi tranquilo. Eu sou muito disciplinada. Malho quase todos os dias e tento equilibrar. Não ache que eu não sou boa de garfo, eu como bem. Adoro um bom prato de rabada. Mas se eu exagero em um dia, tento pegar mais leve no dia seguinte. Acredito que o segredo é esse.”

Aos 33 anos, a apresentadora não esconde de ninguém sua felicidade. Mãe de duas meninas, Antonella, de seis meses, e Alicia, de 3 anos, fruto de sua relação com Amilcare Dallevo Jr., presidente da RedeTV!, ela se derrete ao falar da cria. “Eu sempre quis ser mãe e esse é o meu melhor papel. As minhas duas filhas foram muito planejadas e a maternidade trouxe amadurecimento pra mim”, conta ela, que ainda não sabe se a fábrica fechou definitivamente. “Agora é difícil falar de outro filho tendo um bebê tão pequeno em casa. Mas eu acho que mais para frente pode rolar sim. Talvez um menino. Outra ideia que eu não descarto é a possibilidade de adotar uma criança.” 

Babá e camelô 

Já um exagero que não faz parte da vida da moça é o consumismo. Daniela, que já trabalhou como babá e camelô, diz que não tem preconceitos com lojas populares e que faz questão de ensinar para as filhas o valor do trabalho. “Eu gosto muito de sapatos. Adoro os pares da Schutz e da Arezzo. E compro muito roupas na Riachuelo. Quando eu saio do país e resolvo comprar algo, sempre dou uma pechinchada. Tenho em mente que ostentar é desnecessário. Esses dias, eu estava saindo para trabalhar e a Alicia pediu para eu ficar em casa. Expliquei para ela que eu tinha que ir, que era importante. Quero que as minhas filhas valorizem muito o trabalho. Que não sejam acomodadas.”

Últimas de Diversão