Capital Inicial lança seu segundo DVD Acústico, gravado em Nova York

Grupo contou com as participações especiais de Seu Jorge e Lenine

Por O Dia

Rio - Não, o Capital Inicial não pensa em repetir 15 anos depois o sucesso do ‘Acústico MTV’ com o novo CD + DVD ‘Acústico NYC’, gravado no Terminal 5, em Nova York, em junho. “Em 2000, vendemos dois milhões de cópias, mas isso é como um raio cair na sua cabeça”, brinca o vocalista Dinho Ouro-Preto. Já para quase toda a MPB, o Capital prova que, sim, é possível fazer projetos grandes sem leis de incentivo.

Fê (E)%2C Flávio%2C Yves e DInho%2C em Nova YorkDivulgação

“Não teve Lei Rouanet, fomos nós mesmos. Mas tivemos sorte: pegamos o dólar barato quando compramos as passagens e alugamos uma casa para ensaiar”, conta. O Capital fez duas noites em Nova York para gravar o DVD (para 1.500 fãs) e ainda um show em Boston.

“Pagamos um quarto da produção com a bilheteria. Rolou quase um crowdfunding involuntário”, conta o cantor, que mal sabia que DVDs gravados em Nova York ou Londres têm sido padrão para artistas distantes do universo do rock, como Ivete Sangalo e Jorge & Mateus. “É mesmo? Sou amigo da Ivete, do Zezé Di Camargo. O Jorge & Mateus cantam ‘À Sua Maneira’ (hit do Capital). Em Londres e Nova York tem toda uma diáspora brasileira, de brasileiros vivendo ilegalmente. Normal que se ouça muita música brasileira, incluindo rock em português, nesses países.”

Dinho, Yves Passarell (guitarra), Fê (bateria) e Flávio Lemos (baixo) surgem no palco reforçados por Robledo Silva (teclados), Marivaldo dos Santos (percussão) e pelos violões do produtor Liminha, de Fabiano Carelli e do exCharlie Brown Jr. Thiago Castanho. O grupo surge acústico, mas com peso. “Quase todo o material é da fase pós-‘Acústico MTV’ e nossos últimos três CDs estão entre os mais pesados que já fizemos. Acho até que chamar esse disco apenas de ‘acústico’ não faz jus ao que ele é”, diz. “Tem a pegada do Thiago Castanho, tem pedaleira no violão. Isso sujou o som.”

No primeiro ‘Acústico’ o Capital contou com uma convidada não-roqueira (Zélia Duncan), e dessa vez são Seu Jorge e Lenine que cantam com o grupo. O pernambucano dividiu ‘Não Olhe Pra Trás’ e ‘Tempo Perdido’ (da Legião Urbana) com os brasilienses, enquanto o primeiro está na nova ‘Vai E Vem’, ‘À Sua Maneira’ (justamente a gravada por Jorge & Mateus) e no único hit oitentista relido pelo Capital no disco, ‘Belos & Malditos’. “A relação que Seu Jorge tem com nosso som é a dos anos 80. Ele chegou na gente cantarolando os hits dessa época e disse que um irmão dele que morreu nos anos 90 era muito fã do Capital. Prometemos a Seu Jorge que a única música da nossa fase anos 80 que gravaríamos iria para ele”, conta o vocalista.

Últimas de Diversão