Consulado Francês inaugura A Maison, café-bar com apresentações artísticas

Local é mais espaço para a cultura no Rio

Por O Dia

Rio - A revitalização do Centro do Rio de Janeiro ganha um toque francês no dia 24 de fevereiro. A Maison, um complexo cultural no 11º andar da Casa Europa — sede do consulado francês — abre as portas para o público oferecendo mais de 20 mil títulos em sua biblioteca multimídia, além de um café-bar e apresentações artísticas todas as quintas-feiras, a partir de março.

A Maison reproduz o ambiente confortável de uma casa com poltronasDivulgação

O Projeto da arquiteta Julia Abreu, o espaço levou cerca de um ano para ser concluído. O objetivo da obra era criar um local acolhedor para os amantes da cultura francesa. “Batizamos de A Maison, que significa lar em francês, porque queremos que seja um ambiente de encontro, de descoberta e também de estudo”, explicou o cônsul Brice Roquefeuil.

Durante o período da ditadura militar, o local foi um refúgio para os que buscavam leituras proibidas pelos militares. A Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficava ao lado da Biblioteca Maison de France e seus alunos encontravam ali um lugar livre da censura. Era comum acontecer grandes debates políticos e ideológicos no local.

Hoje, 30 anos depois, o cadastro na biblioteca ainda é gratuito. E nas quintas-feiras de março, a casa recebe, a partir das 18h, o evento ‘Musical/debate/gastronomia/poesia-literatura’. São encontros culturais apresentados de diferentes maneiras. Leitura de livros, apresentações de filmes, degustações, shows, entre outros, fazem parte da agenda do lugar.

O show de estreia será dia 17 de março, comandado por um dos grandes nome do afrobeat, Manu Dibango, do alto dos seus 82 anos. Ele foi referência para artistas do calibre de Michael Jackson e Gilberto Gil. 


Com reportagem de Bruna Motta

Últimas de Diversão