Exclusivo! Lionel Richie revela que é romântico e planeja terceiro casamento

A carteira recheada de hits faz com que, ao redor do mundo, Lionel não precise nem se esforçar muito ao subir no palco: o público canta por ele, sem barreira de idioma

Por O Dia

Rio - Enquanto você está lendo esse texto, tem alguém em algum canto do mundo se preparando para casar-se ao som de ‘Endless Love’, ‘Hello’, ‘Say You, Say Me’, ‘Easy’ e outras pérolas de Lionel Richie. O cantor americano, 66 anos, que faz turnê brasileira em março (no dia 8, apresenta seus sucessos no HSBC Arena), tem o amor como o principal tema de suas músicas. Mas confessa que anda meio recolhido quando o assunto é relacionamentos.

'Nos maiores hits%2C a plateia canta mais alto do que eu. Quando começo a cantar ‘Hello’%2C ninguém me escuta'DIVULGAÇÃO/DYLAN MARTINEZ

“Hoje, não estou nem casado”, diz Lionel, por telefone do Chile, para O DIA. “Tentei casar duas vezes. Vou com calma para o terceiro. Mas sou muito romântico. Relacionamento é muito difícil, mas devo confessar que amo o amor. Por isso, penso tanto no amor. Provavelmente é o único assunto que nunca sai de moda.”

A carteira recheada de hits faz com que, ao redor do mundo, Lionel não precise nem se esforçar muito ao subir no palco: o público canta por ele, sem barreira de idioma. “Esteja preparado para ouvir todo mundo do público do Rio cantando”, avisa. “O show no Rio de Janeiro será incrível! Provavelmente todo mundo vai cantar mais alto do que eu. Nos maiores hits, a plateia sempre faz isso. O show será praticamente um dueto”, conta, gargalhando e dizendo que o efeito é redobrado em ‘Hello’. “Quando começa essa música, eu paro de cantar, porque ninguém me escuta.”

Na semana passada, Lionel ganhou uma homenagem na edição 2016 do Grammy Awards — com direito a vários de seus sucessos interpretados por Luke Bryan, Demi Lovato, Tyrese Gibson, John Legend, Meghan Trainor. Alegre e emocionado, o cantor chegou a ser visto levantando os braços e soltando um “yes!” da plateia. Com a idade avançando, o tratamento que os artistas mais jovens dispensaram a ele na festa foi bastante formal. “No meu primeiro Grammy, eu era chamado de ‘Lionel’, mesmo. Nesse ano, Bruno Mars e todos os artistas só me chamavam de ‘Mr.Richie’”, brinca, aproveitando para elogiar John Legend. “Ele está fazendo um grande trabalho. É muito difícil ser um pianista, cantor e compositor. Ele é o único que consegue segurar este posto. O que Lady Gaga, Bruno Mars, Weeknd estão fazendo é muito bacana. Eles ainda são todos muitos jovens. Vamos aguardar mais três álbuns para vermos como eles se saem.”

Lionel Richie%3A 'Estou em estúdio agora e já tenho três músicas prontas. Você provavelmente as ouvirá quando acabar esta turnê'DIVULGAÇÃO/DYLAN MARTINEZ

Lionel estreou em disco em 1974 ainda como integrante dos Commodores e gravou solo de 1981 para cá. Mesmo tendo tido mais hits nos anos 80 do que em épocas posteriores, nunca deixou de fazer grandes turnês. “Mas estou no estúdio agora, já tenho três músicas prontas. Vou terminá-las quando acabar esta turnê. Você provavelmente as ouvirá em junho ou julho”, conta. Os Commodores permanecem em turnê com um integrante original (William ’Wak’ King) e Lionel até se encontrou com o grupo no palco em 2009, para um show no Essence Festival, em Nova Orleans. Mas não há projetos com o grupo. “Pode até ser que façamos um ou outro show. Mas uma turnê, acho difícil”.

Últimas de Diversão