Por karilayn.areias

Rio - Um thriller emocionante que caminha sobre os limites entre justiça e desejo de vingança. O roteiro original de ‘Mundo Cão’, de Marcos Jorge e Lusa Silvestre, leva ao espectador uma história cheia de reviravoltas, que promete prender a atenção do início ao fim. O filme, que estreia na quinta-feira, é mais uma aposta do diretor Marcos Jorge, que é lembrado até hoje pelo sucesso ‘Estômago’ (2007). Com Babu Santana, Lázaro Ramos e Adriana Esteves, entre outros, a história ainda tem rottweilers capazes de meter medo em apaixonados por cães de estimação.

Lázaro Ramos%2C como o vilão Nenê%2C e João (Vini Carvalho)Divulgação

Na trama, Santana (Babu Santana) é um funcionário do Departamento de Combate às Zoonoses que trabalha recolhendo cachorros perigosos das ruas, na época em que a lei que proíbe o sacrifício de animais sadios ainda não havia sido sancionada. Avesso a confusões, ele leva uma rotina tranquila com sua mulher e filhos até o dia em que seu caminho se cruza com o de um rottweiler. Por um mal-entendido, o dono do cão, Nenê (Lázaro Ramos), um ex-policial, se indispõe com Santana e suas atitudes vão alterar completamente a vida dele e de sua família. 

Lázaro Ramos contracena com a cachorrada — “morro de medo” — e ficou fascinado com seu personagem Nenê. “É o meu primeiro vilão, mas ele tem um carisma sensacional”, diz o ator, peça fundamental para responder algumas das perguntas nas entrelinhas do filme. Babu Santana, que vive seu primeiro protagonista, também ficou satisfeito com o resultado. “O fato de eu poder fazer uma figura frágil me fascina”, analisa Babu. Adriana Esteves interpreta Dilza, mulhe de Santana, uma dona de casa evangélica. “O roteiro é desafiador”, elogia ela.

Adriana Esteves vive Dilza, dona de casa evangélica ; Babu Santana interpreta o protagonista SantanaDivulgação

Os cachorros do filme, da raça rottweiler — uma das que mais tem propensão para a agressividade —, são cães adestrados e, no set de filmagens, adestradores estavam sempre a postos para dar a devida cobertura e calma ao elenco. Sensibilizada com o número de cachorros abandonados nas ruas de São Paulo, a produção do filme lançou a campanha ‘Adotei no Cinema’, em prol da adoção de cachorros de rua, em parceria com a ONG Cão Sem Dono.  


Reportagem Eduardo Minc

Você pode gostar