Impedido de ir a casamento, avô recebe homenagem emocionante de noivos

Para não deixar Sr. Luiz fora do álbum de fotos, casal fez parte do ensaio de casamento na casa do veterano

Por O Dia

Minas Gerais - A história de Patrícia e Maxwell Almeida, de 26 e 30 anos respectivamente, parece até conto de fadas. Ainda crianças moravam na mesma rua, no município de Miraí, em Minas Gerais. Perderam contato quando Maxwell mudou de endereço e posteriormente de cidade. Os anos passaram, os dois se reencontraram no Rio de Janeiro e, recentemente, se casaram.

A cerimônia aconteceu no dia 21 de maio e reuniu amigos e familiares. No entanto, uma pessoa muito importante para o noivo não pode estar presente. Aos 86 anos, o avô de Maxwell, Luiz Tostes, não tem condições de se locomover e não pode participar do casamento.

O casal Patrícia e Maxwell posa com o avô do noivo%2C Luiz Tostes%2C que não pode comparecer ao casamentoAlexandre Caipora

Para não deixar o avô fora do álbum de fotos, Maxwell e Patrícia foram até a casa do Sr. Luiz Tostes, em Miraí, e fizeram um ensaio com ele. "Usamos a mesma roupa do casamento. Eu me vesti de noiva, usei o mesmo vestido... Nós queríamos proporcionar para ele a emoção de ver o neto se casando", conta Patrícia.

Divulgada em uma rede social, a imagem dos noivos com o avô já tem mais de 500 curtidas e emocionou os amigos do casal. Os comentários exaltam o gesto de não deixar Sr. Luiz fora do álbum de casamento. "Que coisa mais linda", disse uma amiga de Patrícia. "Linda foto e belo gesto! Parabéns", comentou outra amiga do casal.

"A ideia da foto surgiu em uma conversa com meu marido e minha sogra. Maxwell queria uma foto com o avô. Minha sogra falou para fazermos o registro no dia do ensaio fotográfico, no dia 23 de maio, depois do casamento. Todos gostamos da ideia e fomos até lá", explica Patrícia. "Ele ficou superemocionado de nos ver lá, com as roupas que usamos na cerimônia de casamento".

Família posa feliz ao lado do Sr. Luiz TostesAlexandre Caipora

"A nossa história é curta, mas também é longa. Tanto ele quanto eu nascemos em Minas Gerais e éramos praticamente vizinhos. Passou um tempo, ele veio para o Rio, depois eu vim também, mas não tínhamos contato. Há 11 meses nos encontramos pela primeira vez aqui, já com o interesse de algo mais. Ele veio conversar comigo no Facebook e ficamos em contato online por um mês inteiro. Em setembro do ano passado ele me pediu em casamento e ficamos noivos", relembra Patrícia.


Últimas de Diversão