Após polêmica com cachê alto, show de Wesley Safadão em Caruaru é suspenso

Cantor iria se apresentar no dia 25 de junho, no Pátio do Forró

Por O Dia

Rio - Depois de causar polêmica com um cachê maior que o habitual para se apresentar no São João de Caruaru, em Pernambuco, Wesley Safadão não vai mais se apresentar na tradicional festa, que aconteceria no dia 25 de junho.

O juiz José Fernando de Souza, da 1ª Vara da Fazenda Pública, concedeu uma liminar pedindo o cancelamento do show e cobrando uma explicação da prefeitura pelo alto cachê, no valor de R$ 575 mil.

Três advogados entraram com a ação popular pedindo o cancelamento do show, alegando que houve um aumento muito alto no cachê em relação a uma apresentação semelhante que o cantor fará em Campina Grande, na Paraíba, no 1° de julho. Por lá, o cachê cobrado pelo cantor teria sido de R$ 195 mil.  

Show de Wesley Safadão no São João de Caruaru é suspensoRaphael Catello / Ag. News

Na decisão, o juiz determinou que a prefeitura não faça nenhum pagamento à produtora do cantor até que o mérito da ação seja julgado. Em nota, a prefeitura de Caruaru informou que vai recorrer da decisão para que a ausência de Wesley Safadão “não cause um dano irreparável à economia de Caruaru e região”.

A contratação de Safadão foi feita num momento em que a prefeitura enfrenta crise financeira, tem gasto com pessoal acima do limite e está em estado de emergência por causa da seca. Além do cachê de Safadão, a prefeitura de Caruaru gastará mais R$ 3,5 milhões com a contratação de artistas para o São João. O custo total da festa está orçado em R$ 13 milhões. Os gastos com cachês foram questionados pelo Ministério Público Federal, pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco e pelo Ministério Público de Contas.


Últimas de Diversão