'Gêmeos - Mórbida Semelhança' será exibido nesta sexta-feira no Humaitá

Baseado no livro 'Twins', o filme pode ser definido como um drama com suspense sobre dois ginecologistas gêmeos idênticos que pesquisam a fertilidade feminina

Por O Dia

Rio - Protagonizado por Jeremy Irons, interpretando irmãos que têm uma relação simbiótica, Gêmeos - Mórbida Semelhança, do diretor canadense David Cronenberg, será apresentado nesta sexta-feira (24), às 19h, na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro. Após a sessão, haverá debate com a roteirista e crítica de cinema Susana Schild e a psicanalista Maria Inês Escosteguy Carneiro, com coordenação do psicanalista Luiz Fernando Gallego.

O filme "Gêmeos - Mórbida Semelhança" será apresentado no dia 24 de junho%2C às 19h%2C na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de JaneiroReprodução

Com roteiro baseado no livro "Twins", de Bari Wood e Jack Geasland - ficção inspirada numa história real -, o filme pode ser definido como um drama com suspense sobre dois ginecologistas gêmeos idênticos que pesquisam a fertilidade feminina na clínica particular deles. Elliot é o dominante, frio, arrogante, sedutor e narcisista. Beverly é tímido, doce, inseguro, dependente, com vida sexual à sombra do irmão. Ambos estabelecem relação com uma paciente e trocam de papel em diversas circunstâncias, tanto publicamente como intimamente. 

"É um filme impactante. Meus comentários caminham pela patologia do par gemelar retratado. É bom lembrar que em nenhum momento considero a situação gemelar como patológica sob nenhum aspecto. Entretanto, o filme propicia que pensemos sobre a possibilidade de patologia, caso algumas condições interpessoais sejam desenvolvidas a partir da maternagem de um par gemelar idêntico. A fantasia de inseparabilidade comprimiu a mente de Elliot e Beverly. O excesso projetivo não permitiu a individualização dessa dupla", comenta a psicanalista Maria Inês Escosteguy Carneiro.

Segundo a psicanalista, o desfecho enriquece, de forma definitiva, a compreensão de que a fantasia da inseparabilidade, na situação gemelar, pode ser buscada até as últimas consequências e, no ódio, o fator determinante nos estados patológicos que podem se desenvolver, quando a individualização não é eficaz e simbolicamente exercida na mente.

Psicanálise & Cinema
Filme: Gêmeos - Mórbida Semelhança
14 de junho – 19 horas
Duração do filme: 118 minutos
Taxa de manutenção: R$ 20,00
Censura: 18 anos
SBPRJ – Rua Davi Campista, 80 – Humaitá
Informações e reservas: 2537-1333 e 2537-1115 – sbprj@sbprj.org.br

Últimas de Diversão