Fãs lotam shopping na Barra para ver de Larissa Manoela em lançamento de livro

Valia de tudo para garantir o número para ver de perto a atriz e cantora, de 15 anos, lançar sua autobiografia

Por O Dia

Rio - Em meio a um clima que misturava apreensão, gritos e lágrimas, o fenômeno teen Larissa Manoela levou cerca de 4 mil pessoas, a maioria crianças, a disputar fervorosamente as 500 senhas distribuídas pela produção ontem, em um shopping da Barra da Tijuca. Valia de tudo para garantir o número para ver de perto a atriz e cantora, de 15 anos, lançar sua autobiografia.

Tanto que teve gente que chegou no dia anterior. Como a pequena Bruna Souza, de 7 anos, que delegou a função de guardar lugar na fila a uma amiga da mãe. Ela chegou ao shopping às 23h de sábado. Emocionada e vestida a caráter, munida de faixa na cabeça com o nome da estrela, Bruna era só euforia. “Eu não consigo nem ver a Larissa Manoela na tevê. Só quero ver de pertinho. Foi um sonho realizado”, festejou.

Fãs disputaram uma foto com a agora autora Larissa Manoela e também um autógrafoMaíra Coelho / Agência O Dia

Primeiro livro da atriz, que está em ação na novela ‘Cúmplices de um Resgate’, do SBT, ‘O Diário de Larissa Manoela’ já vendeu mais de 6 mil exemplares na primeira semana e está no topo dos mais vendidos no Brasil. Nele, a adolescente descreve o dia a dia da fama e divaga sobre questões que permeiam a vida de qualquer jovem, como a descoberta do amor e as amizades.

‘Eu tenho tanto pra lhe falar, mas com palavras não sei dizer’. O refrão imortalizado por Roberto Carlos norteou o cartaz que as amigas Fernanda Perez Mendes e Rafaela Meira, de 10 anos, entregaram à jovem na livraria Saraiva do New York City Center.

“A gente disse que ela é mais do que cinco estrelas, e que para a gente ela já ganhou um Oscar”, exageravam as meninas, antes de entoar, em uníssono, aquela canção do Roberto. A falta de palavras para demonstrar a emoção também atormentou Pedro Nicolao, 12. “É muito nervosismo, não consigo nem descrever”, desabafou.

Pais e responsáveis com crianças e adolescentes lotaram a entrada de livraria em um shopping da BarraMaíra Coelho / Agência O Dia

Larissa Manoela lida bem com a fama. O sorriso no rosto, tão proeminente quanto a maquiagem marcante, era o cartão de visitas para atender a todos com paciência ímpar. Ela admitiu, contudo, que às vezes fica assustada com tanto amor vindo dos fãs. Um deles chegou a tatuar o nome da atriz nas costas. “Não tenho a dimensão disso tudo”. Para lidar com o assédio, Larissa conta com o apoio da mãe-empresária, Silvana Elias Santos. “Ela é uma filha muito boazinha. A fama é uma consequência do trabalho”, comentou Silvana, que ajudou na organização e posou ao lado de admiradoras da filha.

O carrossel de emoções, entretanto, não levou apenas alegria à multidão que tentou a sorte na manhã de domingo. Entre coros como ‘Lari, eu te amo’ e gritos de protesto contra a entrega das senhas, muitos ficaram de fora. Algumas admitiram, porém, que chegaram tarde demais. Agarrada à mãe, a fã Maria Luiza Riche, 10, derramava lágrimas enquanto assistia ao tumulto. “Eu diria que gosto muito dela, e que ela é muito linda”, lamentou.

Reportagem do estagiário Caio Sartori

Últimas de Diversão