Por tabata.uchoa
Aos 27 anos%2C Paulo está feliz com o novo desafio%3A interpretar HideoJoão Miguel Junior / Divulgação

Rio - Ele é programador e saca tudo de tecnologia e informática, além de ser fera em jogos online. Esse é Hideo, personagem da novela ‘Sol Nascente’, da TV Globo, que estreia em 29 de agosto. E como a arte muitas vezes imita a vida, o personagem não é muito diferente do ator que o interpreta: Paulo Chun.

O estreante em novelas viverá um nerd no próximo folhetim das 18h e revela que é estudioso e passa diversas horas do dia procurando Pokémons.

“Gosto muito desse game e caço no Projac, nos estúdios e em casa. Só não fico com o celular na rua, mais por segurança mesmo. Baixei porque, além de ser bom para construir o personagem, eu assistia ao desenho quando criança e sempre fui fã”, conta o jovem, de 27 anos, que já foi VJ e apresentador do ‘Coletivation’, da MTV. 

Paulo é formado em marketing e também manda bem como videomaker e editor de vídeos. Ele destaca que sempre se interessou por jogos online, desde pequeno. Agora, com o papel, voltou a navegar por esse mundo.

“Isso sempre fez parte da minha vida e, por isso, entendo o lado do personagem. Mas garanto que não sou viciado e nem um gênio igual ao Hideo, e não fico dias em casa jogando”, diz o jovem, que classifica o jogo Star Wars PS4 como um de seus preferidos.

Com o primeiro papel de destaque na TV, o ator, que já fez um coreano na série ‘Destino: São Paulo’, da HBO, está feliz com os novos desafios em sua carreira. Mas confessa que ainda não sabe quais os caminhos a seguir depois da novela.

“Para mim está sendo uma experiência superinteressante, pois é a primeira vez que participo de uma novela. O tamanho da produção, é tudo maior, diferente. No meio de craques da dramaturgia, me vejo hoje como um aluno. Tenho muito o que aprender ainda. Mas gosto bastante do mundo por trás das câmeras”, revela ele, que nunca tinha pensado em ser ator. 

Na novela, Hideo é irmão de Hiromi (Carolina Nakamura), Yumi (Jacqueline Sato), filho de Mieko (Miwa Yanagizawa) e primo de Alice (Giovanna Antonelli). Ele faz com Peppino (João Cortes), o caçula da família italiana, uma dupla imbatível. Os dois são jovens e querem se dar bem com as garotas, mas algumas vezes não têm êxito, o que provoca situações engraçadas.

Descendente de coreanos, o paulista, que vai e volta para o Rio toda semana devido às gravações, diz que a origem de sua família ajudou a construir o papel. Ele também já havia participado de uma ou outra publicidade, antes de viver Hideo.

“Fiz o teste e acabei entrando pela necessidade de um ator oriental. Para o personagem, eles precisavam de um coreano e sabiam que eu tinha feito um na HBO. Fiquei feliz quando recebi a ligação”, destaca Paulo, que nunca fez um curso de interpretação. 

Você pode gostar