Oficinas, música e exposição acontecem no Hélio Oiticica

A trajetória do único centro de arte contemporânea da rede de equipamentos culturais da Prefeitura do Rio é resgatada

Por O Dia

Rio - O Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica comemora 20 anos neste sábado com uma programação gratuita que traz oficinas, debate, exposição, roda de conversa, música e lançamento de livro. 

A trajetória do único centro de arte contemporânea da rede de equipamentos culturais da Prefeitura do Rio é resgatadaDivulgação

A trajetória do único centro de arte contemporânea da rede de equipamentos culturais da Prefeitura do Rio é resgatada por meio do ‘Linhas de Tempos’. O projeto organizou o acervo documental do local, identificou os principais eventos, exposições e projetos que ocorreram ao longo dos anos e todos os diretores que passaram pela instituição foram entrevistados.

Este trabalho será exibido a partir das 10h na sala de pesquisa do CMAHO. Outro destaque é a abertura da exposição ‘Signos em Rotação’, de Alex Hamburger, que reúne objetos, poemas visuais e sonoros, além de vídeos, livros e documentos sobre as ideias e o processo de trabalho do artista. Programação completa no site. 

SERVIÇO

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA.

Rua Luís de Camões 68, Centro (2242-1012).

A partir das 10h.

Grátis.


CINEMA

ATOM EGOYAN — A REALIDADE DISTORCIDA DO CINEMA EGÍPCIO

A mostra de filmes apresenta os 15 longa-metragens do diretor egípcio Atom Egoyan. Entre os destaques da programação estão ‘Exótica’ (1994), filme de abertura da mostra e seu primeiro grande sucesso, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e ‘Doce Amanhã’ (1997), considerado pela crítica como um dos seus melhores trabalhos, ganhador do Prêmio do Grande Júri, do Troféu FIPRESCI e do Troféu do Júri Ecumênico no Festival de Cannes. Caixa Cultural Rio de Janeiro. Avenida Almirante Barroso 25, Centro. De ter a dom, das 10h às 20h. Grátis. Até 9 de outubro.

IMAGENS E COMPLEXOS

A mostra de filmes vai exibir 30 obras produzidas por moradores de favelas, além de debates sobre audiovisual e favela, envolvendo produtores, pesquisadores e público presente. O Coletivo Imagens e Complexos colocará na pauta de discussão os diferentes temas abordados nos filmes, refletindo o cotidiano da periferia para além da questão da violência e a sua relação com a cidade como um todo. Cine Teatro Eduardo Coutinho. Avenida Dom Helder Câmara 1.180, Benfica. Grátis. Hoje, a partir das 14h. Sáb, a partir das 16h. Dom, a partir das 17h. Grátis. Até domingo.

EXPOSIÇÃO

A MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA E SEUS DISCÍPULOS

A exposição celebra os 200 anos da chegada da Missão Artística Francesa. Com curadoria de Maria Eduarda Marques e Max Perlingeiro, a mostra reúne pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e documentos. Além da exposição, as crianças vão poder participar de algumas oficinas gratuitas de pintura, gastronomia, além de outras atividades, todos os sábados, das 11h às 13h. Pinakotheke Cultural Rio. Rua São Clemente 300, Botafogo. Seg a qui, das 8h30 às 18h15. Grátis. Até 26 de novembro.

ART RUA

Até domingo, o festival de arte urbana (Art Rua) oficial da Semana de Arte do Rio (Art Rio), que acontece em Santo Cristo este ano (VLT estação Santo Cristo é uma opção de acesso), expõe painéis pintados e instalações exclusivas criadas por 20 artistas para o galpão onde acontece o evento. Artistas do Norte e Nordeste do Brasil ganham destaque. Além das obras expostas, o galpão vai ter festas gratuitas e food trucks espalhados pelo local para matar a fome do público. Galpão do Art Rua. Rua Professor Pereira Reis 76, Santo Cristo. Hoje e amanhã, das 14h às 5h. Dom, das 14h às 23h. Grátis. Até domingo.

INFANTIL

OIKOS — UMA HISTÓRIA DE VIDA E AMOR À TERRA 

O espetáculo infantil conta a trama de uma trupe que viaja pelo mundo levando seu teatro ambulante e chega na cidade para apresentar a incrível história de Oikos, o corajoso vilarejo que venceu o gigante fedorento, ao conseguir se livrar da contaminação provocada pelo descarte de lixo tóxico. Neste lugar, vivia-se como antigamente e, em harmonia, todos se conheciam até que surgiu um problema: o acúmulo de lixo cresceu e começou a incomodar todos no lugar. Teatro Ipanema. Rua Prudente de Morais 824, Ipanema. Sáb e dom, às 16h. R$ 30. Até 16 de outubro.

POROPOPÓ

O espetáculo infantil apresenta números de palhaço e revive cenas do circo tradicional por meio de números circenses engraçados. O projeto é da companhia ‘Será o Benidito!?’ que busca, com trabalhos de pesquisa, estudos e análise de textos e autores, o verdadeiro teatro popular brasileiro. O idealizador do grupo, André Garcia Alvez, tem como base o teatro de rua, circo, performances, cultura oral e criações coletivas. Teatro Café Pequeno. Avenida Ataulfo de Paiva 269, Leblon. Sáb e dom, às 16h. R$ 30. Até 23 de

Últimas de Diversão