Por tabata.uchoa

Rio - Desde muito tempo, com a mais justa das razões e o apoio de quase ninguém, CBN e Globo entre as poucas, a rádio Jovem Pan vem batalhando contra a obrigatoriedade de transmitir ‘A Voz do Brasil’ no horário das 7 da noite. Uma imposição que vem desde setembro de 1935, quando um amigo de infância do então presidente Getúlio Vargas sugeriu a sua criação, e ela se tornou uma obrigação na vida das emissoras. No começo era ‘Hora do Brasil’ e, além do próprio rádio, existiam alguns jornais e poucas revistas.

Vieram vários outros governos, e até mais uma ditadura no meio, tivemos o nascimento da televisão, outros tantos meios de comunicação e o homem chegou na Lua, mas nada e ninguém desobrigou o rádio de carregar esse fardo por mais de 81 anos até agora.

Muito embora se questione a utilidade de tal noticiário e qual o público ele consegue atingir, por que não limitar a sua transmissão para os próprios veículos do governo e deixar que o rádio comercial, com as dificuldades do mundo de hoje, possa seguir com sua programação normal, a tão necessária prestação de serviço e ampliar suas condições de resistir às dificuldades do mundo atual?

O rádio tem, hoje, na ‘Voz do Brasil’ um dos piores instrumentos contra a sua sobrevivência.

ENTÃO É ASSIM

Foram realizados em São Paulo, semana passada, os primeiros grupos de discussão da novela ‘Sol Nascente’, da Globo, 18h. Entre os dados positivos, a constatação de que a história não encontrou rejeição nos grupos pesquisados.

PORÉM

Em todo esse trabalho, realizado durante dois dias com cinco grupos de mulheres, ficou claro o desejo do público para que ‘Sol Nascente’ se torne “mais folhetim” e abra mais espaço para o romance e ação. Laura Cardoso, só pra variar, foi apontada como principal nome do seu elenco.

ABSOLUTA NECESSIDADE

Xuxa, nas tardes de sábado, é uma possibilidade que, além dela própria, passou a agradar a direção da Record. No entanto, há o entendimento que só isso será insuficiente diante de outras duas necessidades mais importantes: mudar o programa e mudar a Xuxa.

EMPAREDADO

Se Geraldo Luis já foi convencido a fazer programa diário e a troca de dia da Xuxa é entendida como única solução possível, a grande questão passa a ser o Gugu. Ninguém falou com ele até agora, se aceitará ou não voltar aos domingos e assumir o horário que hoje é do ‘Domingo Show’. Algo que só será conversado após seu retorno dos EUA.

MOMENTO

Por outro lado, o momento de vida de Gugu agora é outro, bem diferente do passado, quando colocava o trabalho acima de tudo. De uns tempos para cá, ele passou a se dedicar muito mais à sua vida particular. A televisão deixou de encabeçar a sua lista de prioridades.

ELENCO

Walcyr Carrasco, colocado no lugar de Thelma Guedes e Duca Rachid na fila de novelas das 21h da Globo, ainda irá se reunir com o diretor Mauro Mendonça Filho para começar a definir seu elenco. Flávia Alessandra, destaque de ‘Êta Mundo Bom!’, é um dos nomes prováveis.

NÃO É A PRIMEIRA

‘A Lei do Amor’, segundo Maria Adelaide Amaral, não é o seu trabalho de estreia na faixa das 21h, que era conhecida como “novela das oito”. Em 1990, após o primeiro mês, ela passou a dividir autoria de ‘Meu Bem, Meu Mal’ com Cassiano Gabus Mendes.

VEM AÍ

A Globo decidiu retomar o remake do programa ‘Você Decide’ e, agora, parece que vai mesmo ganhar vida na emissora, depois de várias desistências. O autor João Falcão recebeu a missão de cuidar dos textos e das novas histórias. A ideia é colocar no ar já em 2017.

Você pode gostar