Por bianca.lobianco

Rio -  Ele tem milhões de seguidores nas redes sociais, seus vídeos ultrapassam a casa dos milhares em visualização, as fãs ficam histéricas e fazem filas para comprar ingressos com antecedência... Não estamos falando do canadense Justin Bieber, que se apresenta no Rio de Janeiro, dia 29 de março de 2017, mas de Léo Regis (Rafael Vitti), astro pop e protagonista de ‘Rock Story’, novela das 19h, que estreia hoje na Globo.

Rafael Vitti como Léo Reges em 'Rock Story'Divulgação

“Me inspirei no Justin Bieber e no Luan Santana. O Bieber foi mais como ele é no palco. Claro que não sou ele, nem faço um terço do que o cara faz, mas é uma inspiração”, conta Vitti.

A TRAMA

Na história de Maria Helena Nascimento, Léo é um ex-frentista cujas músicas fazem sucesso. Seu maior rival, o roqueiro decadente Gui Santana (Vladimir Brichta), o acusa de roubar uma música, que alega ser sua. Para piorar a situação de Santana, a ex dele, Diana (Alinne Moraes), se envolve com Léo. “Beijar Alinne Moraes? É no mínimo bom ”, conta Vitti, rindo encabulado. “Ela era a única pessoa da TV que quando aparecia, eu, aos 9 anos, parava e ficava ali admirando”, completa.

NASCE UM ASTRO

Uma força-tarefa foi montada para dar veracidade ao personagem Léo Regis. Três meses antes da estreia, Vitti teve consulta com fonoaudióloga, e fez (e faz) aulas de canto e de presença de palco. Um ônibus de turnê foi estampado com o rosto do astro.

Além disso, o ator ainda se apresentou para mais de 50 mil pessoas em um show de Luan Santana. “Tem que ter muita coragem para enfrentar aquele público, que tinha pagado não para ver a gravação da novela, mas para ver o Luan Santana. E entrei antes dele. Não nasci com o dom para cantar, mas tenho consciência musical. Sou afinado, só não sou cantor. Estava ali vulnerável, tudo podia acontecer. Mas ainda bem que a galera recebeu muito bem, me ajudou, gritou pra mim”, vibra.

CARREIRA DE CANTOR

Tanto investimento da Globo na preparação do ator pode ser interpretado como uma possibilidade de ele sair das telinhas e movimentar os palcos da vida. Contudo, Vitti é reticente: “Por enquanto, estou com planos de focar no meu trabalho como ator e nas coisas que acontecem hoje. Procuro viver o presente”. Mas com quem gostaria de fazer dueto se fosse um cantor? “Todos os meus ídolos já morreram. Gostaria de cantar com o Cazuza, ou o Kurt Cobain”, lamenta.

MAIS NOVO SOLTEIRO

Recentemente solteiro — terminou o namoro de oito meses com a também atriz Julia Oristânio — o ator conta que o assédio aumentou muito desde que estreou na TV, em 2014, em ‘Malhação’. Mas que já teve sua fase mulherengo. “Foi quando entrei na faculdade. Foi uma fase que eu estava mais livre, vamos dizer, e com mais acesso a pessoas diferentes”, frisa ele, que trancou a faculdade de Teatro, na UniRio.

“Namorada mais velha já tive, até porque sou novinho (risos). Geralmente, procuro me relacionar com pessoas da minha faixa etária. Mas eu gosto de conhecer todo tipo de pessoa”, acrescenta o ator, de 21 anos.

Vitti explica que trancou o curso porque a fama veio mais rápida do que imaginava. Na visão dele, o trabalho de ator chegaria depois de sua formação e não no começo do curso. O sucesso também foi medido por ele pelas redes sociais. “No começo, tinha menos de 1 mil seguidores e quando ganhava cerca de 200 curtidas falava: ‘Caraca! Que legal!’”, lembra ele, que hoje tem 3,9 milhões de seguidores no Instagram e uma média de 35 mil curtidas em suas fotos.

Mas nem toda a fama o impede de curtir. “Este ano, no Carnaval, fui de trem da Central até Duque de Caxias. Foi massa. Ninguém estava nem aí pra mim. Podia me divertir como eu quis”, comemora. 

Você pode gostar