Por bianca.lobianco
Tania OliveiraDivulgação

Rio - Sempre muito aguardadas, as rainhas de bateria estão à mil. Nossa convida que abre a série das maravilhosas do carnaval é a ex-panicat Tânia Oliveira. Ela vai ser coroada hoje a noite na quadra da escola União da Ilha, ansiosa para sua estreia no carnaval carioca. 

LILI: Fale um pouco sobre você e sua história com os desfiles...
TANIA OLIVEIRA: O carnaval está presente em todos os dias da minha vida desde que pisei numa quadra pela primeira vez. Em 2010 experimentei a emoção de desfilar na Sapucaí. Agora vivo este momento de absurda felicidade com a União da Ilha, escola tão querida, simpática e acolhedora. Estou tão feliz e honrada que não me aguento de emoção. Sou muito fã de Ito Melodia, Mestre Ciça. É realmente uma honra estar à frente da "Baterilha".

Alguma novidade para o carnaval de 2017?
As duas fantasias (SP e RJ) com certeza irão surpreender. Estamos procurando usar materiais incomuns, pensando na inovação e sustentabilidade. Será um carnaval muito especial. Estou contando os dias, ansiosa!
Publicidade
Como se prepara fisicamente? Malha todos os dias? E dieta?
Estou me cuidando com uma equipe multidisciplinar formada por profissional de educação física, nutricionistas e médicos. Tenho personal 2 vezes por semana para me auxiliar nos treinos, já que preciso de todo um cuidado por causa de lesões.
No dia do desfile, costuma fazer alguma preparação especial?
Procuro descansar o máximo, me alimentar bem e altero a dieta, deixando-a mais calórica para me dar muita energia. Levo comigo pra avenida isotônico, me dá mais disposição. Faço minhas orações, peço proteção a mim e a minha escola.
Publicidade
Momento mico ou saia justa na avenida...
Ah, logo no meu primeiro desfile, uma vontade imensa de fazer xixi. (risos).
Um sonho
Ser campeã do carnaval. Ainda não senti esse gostinho. Quem sabe agora com Dragões da Real em SP e União da Ilha no RJ. 
Publicidade
Braço direito do Brizolla
Jecy Sarmento, braço direito de Leonel Brizola no auge do poder, comemorou, 93 anos essa semana. A festa surpresa, para pouquíssimos amigos e familiares, foi oferecida por Aluizito Teixeira. Discreto, como costumava ser sempre que acompanhava o Governador, Jecy apenas ouviu os discursos em sua homenagem... Da mulher, Terezinha, do anfitrião, e do ex-deputado Roberto Jefferson. 
Publicidade
A proposito...

Roberto Jeferson a pedido dos convidados, cantou: “A volta do boemio” de Nelson Gonçalves. Por falar em volta... o presidente nacional do PTB, contou que deve voltar a vida pública provavelmte como Deputado Federal. Como se sabe, ele que denunciou o esquema do mensalão, recebeu o induto de Natal ano passado, e zerou suas pendencias com a justiça. Sobre a situação do governador Pezão comentou: “Está muito dificil, o seu destino deve ser definido até março”. 
Conectando
Publicidade
Grupo Pedras comemora 15 anos, retornando com o espetáculo IN COMUM, dia 14 de janeiro na Lapa.
A banda Cabeça de Nego vai apresentar uma viagem sonora pelas influências africanas na música latino-americana, em dois shows gratuitos, nos dias 14 e 15 de janeiro, no Espaço Furnas Cultural.
Publicidade
A peça “Até o final da noite”, com Angela Vieira, Isio Ghelman, Letícia Cannavale e Rogério Garcia reestreará dia 12 de janeiro, no Teatro Leblon.
Musical “4 Faces do Amor” estreia dia 10 de janeiro no Theatro Net Rio.
Publicidade
Curso Brasas está oferecendo curso de imersão para as férias no mês de janeiro.
Você pode gostar