Mais Lidas

Flávio Ricco: O Fantástico precisa fazer jus ao seu nome

Se de um lado a parte jornalística busca atender o interesse do público, a mesma preocupação deve existir na escolha dos demais assuntos que compõem seu espelho

Por bianca.lobianco

Rio - O ‘Fantástico’, como programa, e cumprindo uma exigência que existe desde o seu primeiro dia, tem que continuadamente se preocupar em fazer jus ao nome.
O rigor com que é escolhido para ser levado ao ar, precisa seguir critérios dos mais rigorosos, para não tornar o seu título incoerente ou maior do que aquilo que apresenta. Simples assim.

Se de um lado a parte jornalística busca atender o interesse do público, a mesma preocupação deve existir na escolha dos demais assuntos que compõem seu espelho.

O que há de fantástico ou pode ser considerado “show da vida” travestir o dono ou diretor de uma empresa em um funcionário qualquer?

Até vá lá se fosse ao ar uma única vez, mas transformá-lo em quadro fixo, exibido em capítulos, como uma novelinha, supera todos os limites do aceitável.
No meio de assuntos, como notícias falsas da internet, genéricos, o embarque de Eike Batista, isso cheira calhau. O ‘Fantástico’, para continuar sendo fantástico, não tem esse direito. 

EM CIMA DISSO

A propósito de calhau, a Bandeirantes, em vários horários, quando não reprisa o ‘MasterChef’ em suas diferentes versões, entra com o ‘Festival dos Simpsons’.
Na falta de tu, vai tu mesmo. Não tem o que colocar no ar. 

NADA AINDA

A direção da Record deixou para o seu departamento comercial a decisão ou parecer definitivo sobre ter ou não ter a ‘Fazenda’ este ano.

Se houver o comprometimento de ser totalmente vendida, aí sim irá ao ar no segundo semestre. 

MAU NEGÓCIO - 1

Em meio a incertezas na programação do SBT, surgiu a informação de um interesse de Silvio Santos em colocar o Ratinho contra Geraldo Luís nos domingos. Foi o que fez acender a luz amarela na equipe do programa. A ideia não agrada ninguém. 

MAU NEGÓCIO - 2

O Ratinho, com o programa diário, está numa das melhores fases da sua vida, com audiência e faturamento em níveis bem satisfatórios.

Qualquer outra coisa fora disso é visto como enorme roubada, ainda mais em se tratando do domingo e um horário em que o Geraldo Luís está voando. Estão todos torcendo contra. 

HUMILHAÇÃO

Desconsideração ou descortesia é pouco o que novamente acontece com Celso Portiolli.

O que será dele agora? Ninguém no SBT e nem ele mesmo tem essa resposta.
O ‘Domingo Legal’, para todos os efeitos, teve o seu fim decretado e a mudança para os sábados também periga de não acontecer.

PAQUERA

Joyce Ribeiro, ex-SBT, iniciou uma conversa com a Record News.

A sua contratação pela emissora poderá ser definida ainda nesta semana, mas a jornalista está avaliando também outras propostas.  

EM DUAS CANOAS

No Fox Sports, a experiente Helô Campanholo, que atua na área de produção, passa a se dividir, a partir de agora, entre as bases da emissora no Rio e São Paulo.

Fox Sports que completa 5 anos neste próximo domingo.

CHEGADA DO EIKE

Aí o repórter pergunta para o advogado de Eike Batista, e na porta da prisão: “O senhor veio esperá-lo?”.

Pior é que acho que até que não, porque dois minutos depois ele já foi embora do Ary Franco.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia