Flávio Ricco: Susana Vieira e Renata Sorrah poderão reviver embate em novela

Além de 'ressuscitar' Nazaré, personagem de Renata Sorrah em 'Senhora do Destino', existe a possibilidade de Susana Vieira também integrar o elenco de 'O Sétimo Guardião'

Por O Dia

Rio - O autor Aguinaldo Silva continua trabalhando forte - e sozinho, por enquanto – nos primeiros capítulos de “O Sétimo Guardião”, novela das 21h, com estreia prevista para maio de 2018, na qual retoma o gênero realismo fantástico.

Em uma cidade fictícia localizada em algum lugar de Minas Gerais, onde tudo pode acontecer, ele vai concentrar os seus personagens, muitos deles interpretados por atores do primeiro time da Globo.

Aguinaldo não pretende de forma nenhuma fazer trama política, mas uma que mergulhe na fantasia e divirta. Porém, também utilizará o espaço para discutir o que é o poder e como vem sendo usado.

No roteiro haverá ainda tempo para romance, comédia, aventura, tipos estranhos, a eterna batalha entre o bem e o mal e...vingança.

É que além de “ressuscitar” Nazaré, personagem de Renata Sorrah em “Senhora do Destino”, existe a possibilidade de Susana Vieira também integrar o elenco de “O Sétimo Guardião”. As lembranças da “outra novela” serão inevitáveis.

Papel garantido

Viviane Araújo, atualmente como Edith em “Rock Story”, também vai integrar o elenco de “O Sétimo Guardião”.

Vai fazer um dos principais papéis do núcleo cômico.

Trabalho coletivo

“Os Dias Eram Assim”, nova produção da Globo para as 23h, vai mostrar, em uma das sequências gravadas no Chile, o transporte por água de uma casa de verdade. As pessoas que moram em Castro, principal ilha do arquipélago de Chiloé, participaram da cena, ajudando a equipe da emissora.

Esse ato, de trabalho coletivo, é conhecido por lá como minga. Muito da cultura local estará presente na trama, durante a participação de Renato Góes e Maria Casadeval.

Rio é o cenário

A Globo ainda não tem uma posição oficial sobre o início de “Os Dias Eram Assim” em cidade cenográfica, até porque ela ainda não foi erguida. E o mesmo vale para os trabalhos em estúdio, também sem data. Porém em externas, em diversos pontos do Rio, as gravações estão bem aceleradas.

Esquema é o mesmo

A exemplo de outras produções das 23h, “Os Dias Eram Assim” irá ao ar às segundas, terças, quintas e sextas. Quarta-feira não, por causa da transmissão do futebol.

Expectativa

O elenco de “Nada a perder”, filme sobre a vida de Edir Macedo, com direção de Alexandre Avancini, continua guardado a sete chaves. Há uma ordem para evitar a divulgação antes do momento apropriado.

Até por isso, é grande a expectativa em torno da atriz que viverá Ester Bezerra, esposa do líder da Universal. Petrônio Gontijo foi chamado para ser o líder da Igreja Universal.

Pé atrás

O staff de “Nada a perder” já prevê uma dificuldade ou outra na negociação com atores considerados “globais”. Entende-se que dificilmente nomes do “primeiro time” aceitarão o convite.

Data de estreia       

A Rede TV! trabalha com a data de 11 de março, um sábado, para o lançamento do programa de perguntas e respostas, “O Céu é o Limite”. Marcelo de Carvalho vai gravar pilotos até as vésperas da estreia.

Foram vistas

As gêmeas do nado sincronizado, Bia e Branca Feres, circularam pela sede do Fox Sports em São Paulo. Agora, se vai sair negócio, aí já é outra história.

Pesadelo 

O pessoal do “Fofocalizando” não aguenta mais ouvir fofocas sobre o programa nos bastidores. A última, que ele seria transformado em quadro de um possível programa do Marcão. Um absurdo. Mas, pelo sim pelo não, em se tratando de SBT, todos sabem como as coisas funcionam.

Time forte

A Record voltou a ter um grupo de grandes diretores na sua teledramaturgia, com a volta de Edson Spinello, para comandar “Apocalipse”. Ele se junta a Avancini, os irmãos Miranda e Ivan Zettel.

Pontapé inicial

Equipes da Endemol Shine já estão instaladas nos estúdios da Casablanca, o antigo Recnov. E prontas para iniciar os trabalhos de produção do “Dancing Brasil”, novo programa da Xuxa.

Cinema

Julia Konrad, após “Malhação”, entrou em temporada nacional da peça “Romeu e Julieta”, na qual divide o palco com Felipe Simas. Paralelo ao teatro, ela inicia em março, em São Paulo, participação no novo longa-metragem da cineasta Monique Gardenberg, “Jamais estive tão segura de mim mesma”.

Celeste é a personagem, filha de um cantor brega, vivido por Julio Andrade.

Últimas de Diversão