Ana Fontes e Rosely Cruz contam suas histórias em ‘Empreendedoras por Natureza’

Lançamento do livro acontece nesta segunda-feira, às 19h, na Livraria Cultira da Avenida Paulista

Por KARILAYN AREIAS

Rio - Mulheres e empreendedoras, Ana Fontes e Rosely Cruz tiveram suas histórias contadas no livro ‘Empreendedoras Por Natureza’ (Ed. Inbook, 112 págs, R$ 33,90), que ganha lançamento hoje, às 19h, na Livraria Cultura da Avenida Paulista (Conjunto Nacional). E lembram que a mulher ainda tem muito o que avançar em termos de aceitação e de quebra de preconceitos no mundo do empreendedorismo.

Rosely e Ana%3A o volume escrito por elas é o primeiro de uma série de cinco%2C e traz prefácio assinado pela jornalista Ana Paula PadrãoDivulgação

“Uma vez, me apresentei a uma pessoa que veio no escritório. Em seguida, ele me disse: ‘Melhor aguardar o sócio’. Acho que a questão é como as mulheres reagem depois de situações como essa”, conta Rosely, advogada e sócia-fundadora do escritório paulistano Neolaw, que se destaca em mercados como o de inovação e tecnologia.

“No meu caso, eu simplesmente sorri e disse: ‘Nós não precisamos dele. Sou a sócia-fundadora. Faço questão de fazer você brilhar tendo sucesso e celebrarei por consequência o meu’”, conta ela, que planeja para 2017 desenvolver o Golaw, plataforma que trabalha com inteligência artificial aplicada do Direito. “Deve haver inovação e disruptura no mundo jurídico”.

Ana, criadora da Rede Mulher Empreendedora e palestrante, diz que o problema do machismo é do mundo, não apenas do empreendedorismo. “Recebi vários questionamentos de homens, porque eles achavam que não era necessário criar uma rede para mulheres empreendedoras. Diziam que as condições eram iguais, e no começo da rede, falavam que o caminho é difícil”, relata ela, que passou por vários percalços no caminho do empreendedorismo — começou montando o site ElogieAki, fórum de recomendação de serviços.

SÉRIE DE LIVROS

O livro surgiu quando Rosely foi procurada por um jornalista. Sugeriu a ele dividir o resultado com Ana Fontes, criadora da Rede Mulher Empreendedora e palestrante.

“Sugeri uma coleção com duas mulheres empreendedoras por livro, num total de cinco volumes, que contassem suas histórias. Seria uma das formas de empoderar as mulheres. De dizer que não importa o ramo do negócio, o estado civil, a idade, para empreender”, conta a advogada. O prefácio do livro é da jornalista Ana Paula Padrão.

Ana conta que o principal para quem quer encarar o empreendedorismo no Brasil é se preparar. “Faça reserva financeira. Empreender implica em risco e não tem rotina”, conta, recomendando também que o candidato a emprendedor participe de grupos para discutir o assunto. “Crie um negócio pensando no que você gosta de fazer, mas ele precisa ser uma oportunidade”. 

Últimas de Diversão