Para não sair da linha na Páscoa

Nutricionista dá dicas para manter alimentação equilibrada e evitar excessos com chocolate

Por O Dia

Rio -  O feriado da Semana Santa e a Páscoa, que o encerra, trazem muitas tentações alimentares. Manter o foco em uma alimentação equilibrada pode ficar difícil. Pensando nisso, a nutricionista Fabiane Marins dá algumas dicas que podem, inclusive, ser utilizadas em outras épocas do ano.

“É bom observar as escolhas nas refeições em família. Procure sempre uma fonte de proteína magra, como o peixe, e uma fonte de carboidrato de baixo índice glicêmico, como os tubérculos”, ensina Fabiane. “Também priorize consumir chocolates que tenham entre seus ingredientes, como primeiro na lista, a massa de cacau, e também que possuam mais cacau em seu percentual. Evite chocolates com açúcar em sua composição, porque aumentam o nível de glicemia sanguínea, o que gera estoque de tecido adiposo”.

A nutricionista aconselha ainda que os chocolates ganhos sejam divididos e servidos como sobremesa: “Sobras de chocolate podem se transformar em fondue, e você pode adicionar sempre alimentos funcionais como goji, castanhas, chia, quinoa em grão. Além de frutas como morango, uva, banana, kiwi, que são opções ótimas para um fondue funcional”. 

A miss Búzios e blogueira Yasmin Miranda ficou conhecida nas redes por eliminar 25 kg em 10 meses com reeducação alimentar. Com quase 200 mil seguidores, ela acredita que mudar os hábitos ajuda a não “enfiar o pé na jaca” nessas épocas, e admite que não vai se privar do chocolate na Páscoa.

Miss Búzios Yasmin Miranda%3A Páscoa sem sacrifíciosDivulgação

“A reeducação alimentar me deixou consciente das minhas escolhas. Posso escolher comer um chocolate e isso não anula os demais esforços relacionados à minha alimentação. Claro que opto pelos de maior concentração de cacau e também doso a porção, mas dá para ser muito feliz”, comenta a miss. A nutricionista aprova.

“Não acredito em proibições. Nós podemos tudo, desde que observemos a medida. O chocolate em si não é o vilão, mas o conjunto de excessos. Seguindo essas dicas ele pode, sim, estar na mesa de Páscoa com alegria, sem culpa e ainda contribuindo para a saúde”, garante. 

Últimas de Diversão