Por luana.benedito
O apresentador Rodrigo Sant’Anna viaja pelo Brasil e visita consertos feitos por amadores. Na estreia%2C ele conhece o empresário Alan Bessa%2C que fez a obra de casa e esqueDivulgação

Rio - Quem já se arrependeu de ter tentado consertar algo e não foi feliz na execução? É sobre esse dilema de muitos brasileiros que trata a nova série ‘Não Faça Você Mesmo’, de quatro episódios, que estreia hoje, no ‘Fantástico’, da Globo.

Comandado por Rodrigo Sant’Anna, cada episódio será sobre um tema: elétrica, hidráulica, instalação e manutenção. O próprio apresentador já sentiu na pele tal dor de cabeça. “Uma vez, eu inventei de fazer um projeto de iluminação para a casa e coloquei tanta lâmpada que, depois de acender tudo, minha casa parecia um estádio de futebol de tanta luz que tinha. Tive que tirar boa parte e tapar, porque era de gesso”, revela.

Para contar as histórias, Rodrigo viajará pelo Brasil e mostrará os principais erros cometidos pelos telespectadores. Na estreia, será a vez do empresário Alan Bessa, no Rio de Janeiro. Ele esqueceu de instalar o ralo nos dois banheiros e comprou uma bancada de pia que não permite que a porta do banheiro abra completamente, sem bater na pedra.

“Achei a bancada bonita, mas só depois que instalei e tentei abrir a porta vi o que tinha acontecido. O ralo eu só percebi quando a minha esposa foi lavar o banheiro e me ligou perguntando para onde a água ia”, lembra Bessa. “Como o caimento ficou para fora do box, toda vez que ela joga um balde a água escoa para o corredor”, completa o empresário.

O mestre de obras Arlindo da Cunha é quem solucionará os problemas da casa de Alan, que vai precisar gastar o triplo do que seria necessário se tivesse contratado um profissional adequado para realizar a obra lá no início do projeto.

“O mais divertido da série é lidar com o ser humano no ambiente dele e perceber o quanto de besteira a gente faz no dia a dia. Porque na rua, as pessoas se mostram de uma maneira organizada, muito bem pensada, mas quando entramos na casa delas, nós podemos ver que ela colocou uma pia no banheiro maior do que o espaço, o que faz com que ela não consiga fechar a porta. E tudo porque tentou economizar. Todo mundo é assim, todo mundo faz isso. O bacana é se reconhecer nessas histórias porque, com as devidas proporções, todo mundo comete esses deslizes”, afirma Sant’Anna. 


Você pode gostar