Flávio Ricco: A fragilidade do 'Domingo Espetacular'

É aquilo que se repete sempre por aqui: fazer televisão não é tão difícil assim. Ou as pessoas não estão dispostas a fazer ou não aprendem de jeito nenhum.

Por O Dia

Rio - É de se elogiar a forma como foi conduzida a entrevista com Marcelo Rezende na Record. O repórter Raul Dias Filho, experiente, foi preciso no seu trabalho, sem qualquer apelo ao exagero, limitando-se apenas a perguntar o que tinha que ser perguntado. E auxiliado pela postura do entrevistado. O espelho do programa esperou até as 9h da noite, para colocar a matéria no ar, para coincidir com o início do concorrente ‘Fantástico’.
Até aí nada contra, apenas e tão somente a declarada intenção de se tirar proveito de uma situação. Natural que o depoimento do Marcelo, pela primeira vez falando da sua doença, viesse a chamar atenção de um público que o ‘Domingo Espetacular’ normalmente não tem. Algo perfeitamente lógico de ser usado, como uma ocasião como poucas, de se capturar um público novo.

Gloria Pires e Serginho Groisman foram homenageados%2C sábado%2C no Brazilian International Press Awards%2C em Fort Lauderdale%2C na Flórida. Divulgação

Só que não. A sua direção, antes da entrevista, não se preocupou com a “sala de espera”. Ao contrário. Entre outros bichos, ficaram quase 20 minutos falando da saúde dos peixinhos ou mostrando o Álvaro Garnero em um jantar na Turquia. Como programação de atrações, um completo festival de ananases. É aquilo que se repete sempre por aqui: fazer televisão não é tão difícil assim. Ou as pessoas não estão dispostas a fazer ou não aprendem de jeito nenhum.

Apoio

Datena, na manhã de ontem, dedicou boa parte do seu programa na Rádio Bandeirantes ao amigo Marcelo Rezende. Em um depoimento emocionado, o titular do ‘Brasil Urgente’ também relembrou sua luta contra um tumor no pâncreas, que foi descoberto a tempo e era benigno.

Novo canal

Leo Dias, do ‘Fofocalizando’, está preparando o lançamento de um novo aplicativo em vídeo. “Agora as fofocas estarão na palma da mão”, comenta. Um serviço que poderá ser facilmente acessado, além de outros meios, pelo celular e nada que se choque com as suas outras funções.

Sururu

Teve briga nos bastidores de ‘O Rico e Lázaro’, em uma externa da novela, na semana passada. André Mattos, que não está no elenco, conversava com alguém e não ouviu os pedidos de silêncio, para o diretor Edgard Miranda iniciar a gravação de uma cena.

E como não ouviu na segunda vez, alguém resolveu repetir a ordem na base do palavrão. Aí, o tempo fechou.

Tem isso...

‘Os Dias Eram Assim’ tem lá os problemas dela, que a Globo vai tentando resolver na medida do possível. Inclusive a ponto de ser obrigada a se transformar em professora, porque parte do público desconhece a História do Brasil.

Nos seus interiores, no entanto, ‘Os Dias Eram Assim’ está sendo obrigado a conviver com as frequentes rabugices de uma já conhecida senhora, reclamando de tudo e todos. É o ar-condicionado que nunca tá legal, o cabeleireiro, a Susana Vieira que não decora textos, e por aí em diante.

Fora da 'escolinha'

De novo, não deu para Tatá Werneck. Pela segunda vez, ela foi obrigada a abrir mão de um trabalho na ‘Escolinha do Professor Raimundo’, cuja nova temporada será gravada em junho. Estava tudo combinado para ela fazer, mas...

Bate rebate

Após o sucesso da versão mineira, o ‘Balanço Geral’, da Record Rio, também aposta no concurso Miss Plus Size...

... Cerca de mil candidatas se inscreveram, e as dez finalistas serão conhecidas na próxima sexta-feira.

Em sua volta às novelas da Globo, em ‘O Sétimo Guardião’, que estreia em maio de 2018 na faixa das 21h, Milhem Cortaz fará par romântico com Flávia Alessandra. Com direito a muito humor e emoção...

... Milhem fará um delegado bem machão que tem tara por lingerie — gosta de usar. A personagem da Flávia vai precisar blindar o guarda-roupa.

A propósito de próximas novelas, a Globo está com tudo pronto para dar o start nas gravações de ‘O Outro Lado do Paraíso’, do Walcyr Carrasco...

... O elenco já está todo fechado. É a substituta de ‘A Força do Querer’ na faixa das 9 da noite.

C'est fini

Ontem, se completou um ano sem Cauby Peixoto.
No dia 30 deste mês, todo o repertório e a sua peculiar forma de se apresentar serão relembrados no palco do Teatro Augusta, em São Paulo, pela cantora e atriz Paula Gausss. ‘Viva Cauby! – Tributo’ é o título do espetáculo.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Últimas de Diversão