Shows de funk e pagode agitam quadra da Portela nesta sexta

Entre as atrações estão o cantor Belo e o grupo Nosso Sentimento

Por O Dia

Rio - Hoje tem o romantismo do pagode na Portela, e misturado com os batidões alegres do funk. A quadra da escola de samba campeã do Carnaval 2017 abre as portas para o show de Belo, Nosso Sentimento e do MC Duduzinho. É a partir das 22h, com ingressos cujos preços cabem em todos os bolsos: vão de R$ 20 (lote 1, pista) a R$ 800 (o camarote superior, para 15 pessoas).

Belo faz show na quadra da Portela nesta sextaDivulgação

Em turnê, Belo passa por lá para divulgar sua nova música, ‘Você e Eu’, na qual adere às batidas mais pop, mescladas com o samba romântico que fez sua fama nos anos 90, como vocalista do Soweto, ou em carreira solo. A música puxa o próximo álbum de Belo, que está programado para sair ainda neste ano, e indica mudanças, já que ‘Você e Eu’ tem produção de um sujeito bastante acostumado com o mercado pop — ninguém menos que Umberto Tavares, associado ao som de cantoras de pop funk como Anitta e Ludmilla. Umberto também havia cuidado de ‘Mistério’, disco de Belo lançado em 2014 e que tinha um tom mais MPB.

A nova canção surge no palco do Portelão em meio a hits como ‘Perfume’, ‘Razão da Minha Vida’, ‘Tudo Mudou’, ‘Eternamente’, ‘Tua Boca’, ‘Derê’ e ‘Farol das Estrelas’. “Para mim é sempre um enorme prazer subir no palco no Rio de Janeiro, e mais ainda na quadra da Portela, em Madureira, um bairro que é o berço do samba”, comenta Belo.  Que, por sinal, na mesma noite, se apresenta na quadra da Vila Isabel, dividindo o palco com Dilsinho e o Grupo ImaginaSamba.

Nosso Sentimento também se apresenta na quadra da Azul e Branca Divulgação

BELO PADRINHO

O Nosso Sentimento, por sua vez, tem uma carreira que vem desde o começo da década passada — e foi bastante apadrinhado por ninguém menos que o próprio Belo no começo de sua história. No repertório do grupo, que estreia a nova formação de sexteto (Glauco, Ricardinho, Leo Gonzaga, Diguinho, Lucca e Bruninho), sambas como ‘Pele na Pele’, ‘Triângulo Amoroso’, ‘Dublê de Namorado’ e ‘Acende o Celular’. O Nosso Sentimento andou passando por uma reengenharia intensa nos últimos anos — em 2016, Chininha e Príncipe saíram e entrou Xanddy, que participou do ‘The Voice Brasil’. Só que ele acabou deixando o grupo para partir rumo à carreira solo. Os fãs vão ter a chance de conferir o material da banda na nova formação no show da quadra da Portela.

“Tô muito feliz com essa nova fase do Nosso Sentimento, que é uma família. Estamos preparando um novo CD. O novo show já está preparado e vem muitas surpresas legais para a galera que acompanha a gente, nos palcos e nas redes sociais”, conta Glauco, que é percussionista e diretor musical do Nosso Sentimento.

O músico também anuncia que o grupo “vai fazer algo muito especial” no show de hoje. “Vão rolar todas as músicas que fizeram sucesso. E vai ser ótimo estar lá com nosso parceiro Duduzinho e nosso padrinho Belo. E para quem não conhece o grupo vai ser uma grande chance de conferir nosso trabalho, porque é hora de ‘new NS’”, brinca.
Dominado por dois grandes nomes femininos (Anitta e Ludmilla), o funk carioca destaca também Duduzinho, que se apresenta na Portela com hits como ‘O Mundo é Nosso’, ‘Tô Pro Crime’, ‘Sem Limites’ e ‘Paradinha’.

A festa continua na quadra da escola azul-e-branca amanhã, com a Feijoada da Família Portelense. E vai ser um dia mais dedicado ao samba clássico, com a presença de Leci Brandão — a sambista mangueirense apresenta sucessos como ‘Zé do Caroço’ e ‘Isso É Fundo de Quintal’. Na abertura, os grupos Linha do Mar e Tempero Carioca fazem uma homenagem a Wilson Moreira — que já avisou que irá à quadra no sábado, para cantar clássicos seus como ‘Senhora Liberdade’. Sobem ao palco também a Velha Guarda Show, com Monarco, Tia Surica e outros bambas. E o encerramento vai ser com o elenco-show da Portela, reunindo ritmistas da Tabajara do Samba, o intérprete Gilsinho, passistas, baianas e o casal de mestre-sala e porta-bandeira Marlon Lamar e Lucinha Nobre. Além dos shows, amanhã os portelenses vão poder conhecer mais detalhes do enredo da escola para 2017, cujo título é ‘De Repente De Lá Pra Cá, e De Repente Daqui Pra Lá’. 

Últimas de Diversão