Larissa Manoela acredita que amadureceu mais rápido por estar no meio artístico

Atriz se diz feliz com sua vida agitada. 'Cresci assim e foi bom', disse

Por O Dia

Rio - Ela pode ser considerada uma veterana aos 16 anos. Larissa Manoela começou a carreira aos quatro. E “com quase 17” (que ela completa em dezembro), já acumula um currículo de dar inveja. A protagonista de ‘Meus 15 Anos’, filme lançado na última quinta-feira, em circuito nacional, diz que não há limite para sua arte. “Amo ler, escrevo desde pequena e gosto de atuar e cantar”.

Larissa Manoela protagoniza o filme 'Meus 15 Anos'Stella de Carvalho / Divulgação

 Baseado no livro homônimo da escritora carioca Luiza Trigo, o filme conta a história de Bia, uma menina de 14 anos às voltas com a sua festa de debutante e com o fato de não ter muitos amigos. O longa tem clima de romance e dilemas adolescentes. A personagem, bem diferente de Larissa, carismática e solar, é tímida e insegura. Até que seu pai consegue uma festa de debutante para ela, e tudo muda.

“Fala dos conflitos dos adolescentes. Bia perdeu a mãe, e o pai tem dificuldade de compreender o que ela passa”, diz a atriz sobre a história com ares de ‘Cinderela’.
Larissa também teve uma grande e sonhada festa de debutantes, em 2015.

“Não acho que sai de moda. A festa de quinze anos ainda é um sonho para muitas meninas. É uma lembrança maravilhosa”, explica a estrela do SBT, que tem uma legião de fãs. “Sonhei desde os dez anos com a minha. Marca uma mudança importante para as meninas: elas começam a se transformar em mulher”, opina.

PAIXÃO PELO TRABALHO
Ela está com a agenda atribulada: lançamentos de filmes (além de ‘Meus 15 Anos’, ela estreia até o fim do ano em ‘Fala Sério, Mãe’, baseado na obra de Thalita Rebouças), livros, um DVD, e uma novela do SBT prevista para 2018 (‘Poliana’). A paranaense diz que essa ‘agitação’ toda a faz feliz, e que não tem arrependimentos por ter começado tão cedo. “Sempre gostei da vida artística. Fui me preparando para coisas que ia ter que abrir mão. Queria muito ser artista!”, confidencia.

Larissa admite que o apoio dos pais foi fundamental para realização do sonho. “Sou filha única e era um desejo meu. O que eles fizeram foi respeitar, me apoiar e me dar todo suporte”, garante, aproveitando para exaltar a importância deles em sua vida. Silvana é pedagoga e Gilberto, representante comercial. “Eles sabem que fazer meu trabalho, estar realizada, me faz feliz. Não é fácil largar toda uma vida e acompanhar as escolhas da sua filha”.

Ela acredita que estar no meio artístico a fez amadurecer mais rápido. “Mas foi tudo muito natural. Isso agrega na vida. Cresci assim e foi bom. Não sei como seria minha vida como uma estudante anônima, minha história é outra. Claro que tento conciliar, para não perder momentos importantes dessa fase”. 

CARISMA E POPULARIDADE
Com dez milhões de seguidores no Instagram, a atriz entende que a exposição tem dois lados e um deles pode não ser tão bom. No entanto, assegura que os ganhos são infinitamente maiores.

“É uma troca maravilhosa. Me sinto responsável pelo que compartilho com essas crianças e adolescentes. Quero agregar coisas legais para vida deles. Aprendo algo novo e gosto de multiplicar. Tem muitos jovens carentes de coisas positivas, de valores”, comenta. “Essa geração que está aí é o futuro. Acho importante que eles percebam que a família sempre vai ser a base. Mas não me sinto pressionada. Fico feliz que eles me tenham como inspiração, tento honrar isso”.

ADMIRAÇÃO POR MAISA
Em relação à polêmica envolvendo Maisa Silva e Dudu Camargo no ‘Programa Silvio Santos’, no último domingo, em que o apresentador questionou a solteirice da jovem de 15 anos e tentou, numa brincadeira, que ela fizesse par com Dudu, de 19, Larissa opinou: “Ela começou cedo como eu. Concordei com a atitude dela e acho admirável. As meninas têm que falar e não ter medo. Se não quer, não faça e imponha sua vontade. Me surprendeu muito ela ter falado isso na frente do ‘patrão’, mas a atitude dela inspirou. Como ela , falo o que penso, e discordo quando não estou feliz”.

PERTO DA MAIORIDADE
Larissa termina o colégio este ano e sonha com a faculdade. “Desejo fazer cinema e me especializar em direção”, conta. “Quero muito dirigir no futuro, histórias autorais. Isso vai me completar como artista. Fico observando a equipe nas gravações, o diretor. Quero muito também poder estar do outro lado”. E os 18 anos, que chegam no próximo ano, trarão mais independência para a atriz. “Vou tirar carteira de motorista como todos e gostaria de morar sozinha”. 

Últimas de Diversão