Flávio Ricco: novos roteiristas vão escrever 'Malhação'

Oficialmente, a Globo ainda não bateu o martelo em relação à substituta de ‘Viva a Diferença’, mas o trio em questão já trabalha com a perspectiva de estrear no ano que vem

Por O Dia

Rio - Depois de Cao Hamburger estrear, e bem, como autor de novelas na Globo, em ‘Malhação — Viva a Diferença’, tudo indica que a próxima atração desta faixa, no ar a partir de abril ou maio de 2018, também apresentará novidades em sua autoria. Isso porque a sinopse dos roteiristas Juliana Lins, Natalia Sambrini e Diego Miranda foi muito bem avaliada pela direção de teledramaturgia, e todas as providências até agora tomadas apontam para a escolha, confirmação e estreia desses três nomes, como mais um passo do processo de renovação. Profissionais que, em se tratando de trabalhos na casa, contam com a experiência de terem colaborado com Rosane Svartman em ‘Malhação Sonhos’, exibida entre 2014 e 2015.

Oficialmente, a Globo ainda não bateu o martelo em relação à substituta de ‘Viva a Diferença’, mas o trio em questão já trabalha com a perspectiva de estrear no ano que vem.  

DIGITAL

Pela ordem dos trabalhos, o desligamento do analógico em Recife poderá ocorrer na quarta-feira da semana que vem, dia 26. Tudo passa a depender dos resultados de uma pesquisa do Ibope, que serão conhecidos na segunda-feira sobre o número de domicílios habilitados para receber o digital. 

SE ELE PODE

O ‘Programa Silvio Santos’, com classificação indicativa para 10 anos, botou uma mulher com o bumbum de fora no palco. O estranhamento maior foi do público dele, aquele pessoal de muito tempo. É de se considerar também que um dos concorrentes de SS no horário é o João Kleber. Numa dessas. 

GELADO

Nos vários fóruns da internet, ontem, houve quem dissesse ser muito positiva a viagem de Silvio Santos para a Antártida: “Assim, ele volta com a cabeça mais fria”. Mas é o caso de saber se ele anda esquentando com algo. Dá toda pinta que não.  

NA MESMA HORA

Segunda-feira, enquanto, na Globo, em ‘A Força do Querer’, no meio de todo um arsenal de armas, a personagem da Juliana Paes se jogava no “baile de favela”, na vizinha RedeTV!, Luciana Gimenez, ao vivo, promovia um debate sobre o projeto de lei que visa criminalizar o funk. 

MERCADO

A executiva Carolina Vianna, responsável por novos conteúdos para exibição na América Latina, deixou o Netflix.

Para o seu lugar, o principal serviço de TV por internet do mundo já sondou alguns profissionais da nossa televisão paga, entre eles, Zico Góes, do Grupo Fox. 

LADO B

João Emanuel Carneiro, autor de ‘Avenida Brasil’, é o entrevistado da série ‘Donos da História’, neste próximo domingo, às 18h30, no Viva. No programa, ele destaca o lado menos glamouroso dessa profissão. “Ser autor de TV é muito cansativo, pesado, porque são 200 episódios, você trabalha 12 horas por dia, de domingo a domingo. É uma coisa quase desumana”, declara Carneiro.

Últimas de Diversão