Mano Walter volta com EP que traz dueto com Cesar Menotti & Fabiano

José Walter Tenório Lopes adora hip hop e já ouviu muito bandas de rock como Charlie Brown Jr

Por O Dia

Rio - Alagoano da cidade de Quebrangulo (que fica a 130 quilômetros da capital Maceió, na região agreste, e tem onze mil habitantes), José Walter Tenório Lopes, o Mano Walter, adora hip hop e já ouviu muito bandas de rock como Charlie Brown Jr. Só que Walter, que lança pela Universal o EP ‘Coisa de Louco’, é um artista de forró — e uma de suas sinas é explicar que seu nome artístico não tem nada a ver com o universo do rap.

Mano Walter%3A forrozeiro de casacão de couro e chapéu%2C na foto acima e na capa do novo EP%2C ‘Coisa de Louco’%2C recém-lançadoDivulgação

“Já me confundiram com o Mano Brown (do grupo Racionais MCs). Quando souberam do meu show, acharam que ia ser show de hip hop”, brinca ele, que certa vez foi apresentado à dupla Jorge e Mateus e os dois brincaram com seu nome artístico. “Eles falaram: ‘E aí, Mano?’ Brincaram que eu era artista de rap. E eu tenho um visual que até dá para enganar, até ando de skate. Mas sou um cara do forró”, conta.

O ‘Mano’, conta ele, é um apelido que já vem de vários anos, da época em que trabalhava como vaqueiro — um passado que ele costuma lembrar em sucessos como ‘Balada do Vaqueiro’, ‘Zero Boi’ e ‘Playboy Fazendeiro’. Antes de optar de vez pela música, Walter decidiu cursar Engenharia em Maceió (“foi algo que me ajudou bastante, não pode deixar de estudar”, conta o músico) mas continuou ligado a Quebrangulo.

Aliás, Walter tenta deixar sua marca lá da maneira que pode. Num passeio pela cidade, para uma entrevista a uma emissora de televisão, Walter chegou a mostrar o lugar onde ficava em que passou a infância — o local tinha virado um terreno baldio. De lá para cá, mudanças aconteceram. “Eu fui lá, mexi no terreno e já construí outra casa, acredita? Não tenho nem como comparar com a casa na qual eu passei a infância. Ficou bem diferente”, conta ele, que pretende construir um hotel na cidade natal, e ainda se mantém perto de amigos de infância.

DVD E EP
O novo EP tem cinco faixas. ‘Não Deixo Não’, já com mais de 2,5 milhões de views no YouTube, com uma letra sobre um casal em que a namorada quer mudar o estilo sertanejo do rapaz. Há também o dueto com César Menotti & Fabiano em ‘Onde Sofre Um Bebe Dois’, que ganhou um vídeo de estúdio no final de junho e já passou de 500 mil views em menos de duas semanas. O EP conta ainda com as músicas: ‘Isso é Coisa de Louco’, ‘Vai Beber Que Passa’ e ‘Saudade Covarde’.

Antes do novo disquinho,Mano Walter havia lançado o DVD ‘Ao Vivo em Maceió’, que fez com que muita gente conhecesse seu nome. No disco ao vivo, rolou a participação de Marilia Mendonça em ‘O Que Houve?’. 

Últimas de Diversão