Lili Rodriguez: prestígio internacional

Hoje, em pauta, cirurgiões plásticos estrangeiros e brasileiros de muita credibilidade

Por O Dia

Vocês sabem que a coluna adora falar sobre medicina... Hoje, em pauta, cirurgiões plásticos estrangeiros e brasileiros de muita credibilidade. O número de mulheres na cirurgia plástica vem crescendo. Além de liderar o ranking, o Brasil tem os mais renomados cirurgiões plásticos do mundo. Quem afirma é o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica do Rio, Volney Pitombo. Ele recebeu um grupo para a 36ª Jornada Carioca de Cirurgia Plástica, em que discutiram e apresentaram a técnica que substitui o martelinho e o scopo pelo ultrassom, que não afeta os tecidos moles e tem uma recuperação mais rápida e menos traumática. E trouxeram outra novidade, o mais renomado curso de rinoplastia mundial o ‘Dallas Rhinoplasty in Rio’. Os doutores Luciano Chaves, Rod Rohrich, Jamil Ahmed e Volney Pitombo realizaram uma rinoplastia, ao vivo, para 1.400 pessoas, ainda com técnica tradicional. Comemoraram o sucesso do encontro com uma festa no Copacabana Palace. Fechamento com chave de ouro!

Conectando

Hoje, o locutor José Carlos de Araujo, conhecido como Garotinho, do SBT e da rádio Tupi, ministra ‘Aula Inaugural’ para os alunos da Faculdade de Jornalismo Pinheiro Guimarães,no Catete. Este evento é uma iniciativa do Primeiro Curso de Jornalismo Esportivo, promovido pela ACERJ.

Cintia Aleixo, psicóloga especialista em clínica perinatal, fará O Grupo Terapêutico de Mães, destinado a dar suporte a elas e as gestantes, no aspecto emocional. Dia 12, sábado, às 10h. E-mail: cintia@possibilidadesmaternas.com.br

Victor do Prado, à frente da For Games, com apoio da Secretaria Municipal de Educação, promove dia 11 de agosto a Couch Master (Técnico). Um torneio em equipe em que alunosde escolas públicas e particulares defenderão o emblema de seus colégios. Incrições grátis no site www.forgames.biz.

PAULA KLIEN, artista plástica

Reconhecida pelos lindos trabalhos de fotografi a na moda, Paula Klien abraça
as artes plásticas. Enquanto conversava com a coluna, entregava às obras que serão exposta em uma galeria em Berlim. Ela nos contou sobre sua arte e as novidades da carreira.

Conte sobre sua arte.

?Meu trabalho fala de coisas invisíveis, sobre espiritualidade e fé. A fé é aquilo que não vemos, mas acreditamos que existe. Na verdade, muitas pessoas me conhecem pelo trabalho na fotografia, mas nasci artista plástica. Entrei na fotografia em 2005 e não era o meu plano de vida. Fiquei na área por mais ou menos dez anos até que decidi voltar às artes plásticas.

Como é fazer arte neste momento de crise?

? Eu não fi z nada ainda no Brasil. Comecei em Berlim, foi muito bacana, minhas obras receberam notas muito bacanas. O que acontece em Berlim nas artes é visto no mundo inteiro.

Pretende trazer sua arte para o Brasil?

?Sim, quero muito. Eu amo o Brasil. Sou apaixonada pelo País. Acredito muito no nosso Brasil. Estou elaborando trabalhos e tenho convites no exterior. Gosto de dizer que “o mundo está se abrindo para mim”. Mas aqui no Brasil isso ainda não aconteceu. Possivelmente, virão coisas pela frente, sim. Mas não tenho trabalhos feitos para o Brasil.

O que vem por aí?

? Estou negociando com a galeria Emma Thomas, de São Paulo, ainda não chegamos a uma conclusão sobre o que faremos.

E na fotografia? Pretende lançar algo novo nessa área em breve?

? No momento, quero me dedicar 100% às artes plásticas. Mas se tiver de trabalhar com a fotografia, vou utilizá-la como suporte à minha arte, dentro da proposta do meu trabalho. A fotografia para moda, como fazia antes, é uma página virada na minha vida.

Últimas de Diversão