Flávio Ricco: Noticiário policial é indispensável na TV

Segurança pública, ou falta dela, entre inúmeros outros, é um dos maiores problemas na vida de qualquer brasileiro

Por O Dia

Rio - A segurança pública, ou falta dela, entre inúmeros outros, é um dos maiores problemas na vida de qualquer brasileiro, pouco importando onde ele more, sua condição social, grau de escolaridade, renda ou tipo de sangue. E sendo um mal que atinge e está sempre presente na vida de todos, nada mais natural que a televisão também se preocupe com ele. Daí a existência de programas especializados em polícia, ‘Brasil Urgente’ e ‘Cidade Alerta’ entre outros, além de uma presença quase obrigatória deste tipo de noticiário nos espelhos dos principais telejornais.

Num país com a tirania à solta, fugir disso é faltar com a verdade ou ignorar um dos problemas mais presentes na vida de cada um de nós. A prática do assalto, como os últimos tempos demonstraram, está em qualquer lugar. Evidente que daí se excluem os “circos” montados, com devido perdão aos verdadeiros, apresentados por pessoas unicamente empenhadas em se expor ao ridículo e nunca interessadas em respeitar os limites da ordem, educação e respeito para com o próximo. Por aí se entenda, alguns tantos ‘Balanço’, ‘Plantão Alagoas’, ‘DF Alerta’, ‘Minas Urgente’ e outros que tais. Saber separar o joio do trigo também é uma arte.

GUERREIRO

Wagner Montes é um conhecido de muito tempo e dele tudo se pode esperar, pela sua determinação e força de vontade. É dos mais louváveis o trabalho que ele vem fazendo à frente do ‘Balanço’, na Record do Rio.

RESPIRO

A programação da RedeTV!, de uns dias para cá, colocou o ‘Operação de Risco’ como alavanca do ‘RedeTV News’. Tem mais a ver que pegadinhas, João Kleber e igreja. Agora é esperar pelos resultados.

CADA UM NA SUA

Além das ligações tentando vender produtos, cada vez mais insistentes, agora também ficaram mais frequentes os telefonemas no fi xo ou celular, procurando pessoas que você nunca ouviu falar na vida. Será que não existe um jeito de regular esse
abuso?

DESCULPE, ENGANO

O começo das manhãs do SBT, dividido entre Dudu Camargo e Marcão, embora o nome do jornal continue o mesmo, não apresenta mais nenhuma ligação entre os dois. Muito ao contrário. Nem mesmo a fingida passagem de um para o outro existe mais. Por trás, um não quer ver o outro na frente.

TÁ COMBINADO

O ‘Programa do Porchat’, uma vez mais, terá exibição ao vivo, agora no fi nal do reality ‘A Casa’, dia 5 de setembro. Ainda não tem nada certo, mas já se estuda a possibilidade de um repique no lançamento de ‘A Fazenda’, uma semana depois.

SHOW DO TOM

Neste domingo, oito da noite, Tom Cavalcante se apresenta no Espaço das Américas, em São Paulo. Vez dos paulistanos. Tom está correndo o Brasil inteiro com o ‘Stomdup’, imitando fi guras consagradas da música e relembrando alguns dos seus tipos mais importantes.

NÃO PARA

Apesar da turbulência no SBT, com cortes quase todos os dias, os preparativos para a próxima edição do Teleton continuam a todo vapor. Uma equipe de 30 profissionais, liderada pelo diretor Michael Ukstin, está à frente dos trabalhos. No ar, dias 27 e 28 de outubro.

BATEREBATE

Se existe mesmo a pretensão da Record em qualificar mais a sua programação, formatos como ‘A Casa’ não podem voltar a ter espaço. É um subproduto.

Drica Moraes é a convidada do Lázaro Ramos, segunda-feira, 21h30, no ‘Espelhos’, do Canal Brasil.

Walther Negrão, além dos seus compromissos na Globo, é outro que tem convite para trabalhar em Portugal.

Dony de Nuccio já está em casa no ‘Hoje’. Talentoso, com boa trajetória na GloboNews, não tinha como dar errada a sua escolha para substituir Evaristo Costa.

Mais da metade do estacionamento interno da Band, em São Paulo, foi desativado no meio da semana. Os seus usuários tiveram que procurar outro lugar para colocar o carro e com isso ceder espaço para os cenários complementares do ‘MasterChef’.Terça é a grande fi nal do programa. Ao vivo.

Marcelo Rezende, em tratamento de saúde, optou por escolher uma rede social, o Instagram, como meio de comunicação com o público. É ali, e só ali, que ele revela como tem passado e o que anda fazendo e como está passando. Qualquer outra coisa, espalhada em outro lugar, não deve ser considerada. Mais: respeito é bom, todo mundo gosta e o Marcelo também.

Ficamos assim. Mas amanhã
tem mais. Tchau!

Últimas de Diversão