Flávio Ricco: rugas e cabelo branco - ameaças de desemprego

Nada justifica a imensa quantidade de talentos excluídos da televisão, e por aí se incluem Globo, Record e SBT, só porque atravessaram certa faixa de idade

Por O Dia

Rio - Não é a primeira vez que se fala disso por aqui, mas agora, o simples anúncio do Sambarilove em 'Rosa Choque', título provisório da próxima da Record, outra vez faz voltar a velha questão. Com todas as letras. É curioso como a escalação de um desses veteranos, quando raramente acontece, chama tanta atenção e tem destaque até inadequado, quando deveria ser o fato mais natural dessa vida.

Aqui, na TV e no cinema, teatro menos, como prática descabida e completamente fora da realidade, ao sinal de qualquer cabelo branco ou rugas, qualquer ator ou atriz é colocado na linha do desemprego. Isto, independentemente do talento que cada um possui ou da história que construiu, quando o lógico e natural teria que ser incessante a busca pelos valores que expressam a vida real, composta por pessoas das mais diferentes faixas de idade. Como qualificar, por exemplo, as participações de Betty Faria e Othon Bastos em 'A Força do Querer'? Ou ter a segurança que filmes de Jack Nicholson, Al Pacino, Meryl Streep, Anthony Hopkins, entre tantos, são sempre significados de qualidade?

Nada justifica a imensa quantidade de talentos excluídos da televisão, e por aí se incluem Globo, Record e SBT, só porque atravessaram certa faixa de idade.

Baixa no elenco 

Carmo Dalla Vecchia não vai mais fazer 'Orgulho e Paixão', de Marcos Bernstein, substituta de 'Tempo de Amar', na fila das 6 na Globo. A reserva do ator para 'O Sétimo Guardião', de Aguinaldo Silva, também com estreia para 2018, acabou prevalecendo.

Cuidados essenciais

Após a virose que fez muita gente baixar enfermaria, semana passada, na República Dominicana, a produção do 'Exathlon Brasil' passou a seguir alguns cuidados.

Por exemplo: consumo de água, agora, só mineral. Além dos básicos ou principal, maior higiene.

Audiência

Dia sim e outro também, Record e SBT se desdobram em saúde para distribuir informações sobre suas performances na audiência. Uma sempre encontrando motivos para se colocar na frente da outra. Uma disputa tão pequena, resumida a décimos, que bem poderia fazer as duas só se apresentarem em situações de relevância. Ou se calarem para sempre. 

Olha o que chega

Por exemplo, a Record, com as mudanças realizadas, roça da 'Fazenda' no lugar que era da Xuxa, passou a encostar no concorrente do SBT. Deu 7,7 pontos e o Ratinho, 7,8. Quer mais? O dólar, numa dessas, entra em parafuso.

Intervalo

Dia desses, aqui se falou que o break comercial, naquelas emissoras que praticam TV de verdade, deixou de ser simples intervalo. A campanha 'Leia para uma Criança', do Banco Itaú, é a mais perfeita tradução de como os nossos publicitários têm se superado na prática do bom serviço. Show. Música de David Bowie.

Na fila

O 'Exathlon' é mais um daqueles que deve ficar no primeiro e único. É ruim, lento, chega a ser até preguiçoso em certos momentos. A sua exibição é apenas mais uma demonstração do quanto mal servida está a programação da Band.

Cenas secretas 

Aliás, Rodrigo Lombardi e Juliana Paes gravaram ontem três cenas finais de 'A Força do Querer' na rua Saboia Lima, na Tijuca. Uma sequência em que Caio prova todo o seu amor por Bibi. Tudo em meio a um esquema especial de gravação e também forte sigilo.

 


 

Últimas de Diversão